fbpx

5 brincadeiras para fazer no parquinho para Educação infantil

5 brincadeiras para fazer no parquinho para Educação infantil
Avalie!

As brincadeiras para fazer no parquinho costumam variar conforme o gosto das crianças. Por este fator, em especial, é interessante deixar que os pequenos escolham por aquelas brincadeiras que sejam divertidas e reúnam todos os colegas.

Quais são as brincadeiras?

Existem diversas brincadeiras, mas podemos citar amarelinha, casinha, balanço, corda, gangorra, escorregador, faz-de-conta, e até mesmo dançar. Cada brincadeira possui um objetivo em especial, que é o de trabalhar a coordenação motora grossa e facilitar na mobilidade das crianças.

Quais são as brincadeiras?
Fonte/Reprodução: original.

O brincar é essencial de ser feito com crianças de até 11-12 anos de idade, e isto ocorre porque estimulará o conhecimento sobre seu corpo, proporciona melhora da força, amplia o desempenho físico, auxilia no raciocínio lógico, trabalha com a criatividade, imaginação e fornece facilidade de conviver entre outras crianças.

Como brincar no parquinho com crianças?

Pode-se trabalhar com brincadeiras sobre dias específicos, como da Páscoa, Carnaval, Natal, Dia do Trabalhador, ou optar por momentos que contenham apenas o pega-pega, esconde-esconde, pular corda, amarelinha ou brincar de casinha.

O professor poderá escolher determinadas brincadeiras que as crianças possam realizar juntas, de modo que apreciem o momento e aprendam em simultâneo. Procure utilizar o parquinho para proporcionar atividades lúdicas aos pequenos.

Sugestão de brincadeiras para fazer no parquinho

Confira algumas sugestões de brincadeiras para fazer no parquinho com crianças do ensino infantil. Trabalhe com o lúdico, e faça os pequenos se divertirem o dia inteiro em conjunto, com conteúdos interativos. Veja:

Balanço

A primeira brincadeira para ser feita no parquinho, é o balanço. Diversas crianças adoram brincar e serem balançadas para sentirem o vento bater contra seus rostos. É provável que os seus alunos procurem primeiro o balanço para iniciarem a brincadeira.

Como fazer a atividade

As crianças devem se organizar em duplas para poderem brincar, pois uma empurrará a outra. Esta é uma maneira de fazê-las brincarem em simultâneo e posteriormente revezarem.

É importante que as crianças compreendam que precisa dividir o brinquedo e que todos devem participar. Dessa maneira, será possível haver diversão e um momento agradável aos pequenos.

Materiais para a atividade

Basta que tenha um balanço no parquinho da escola.

Objetivos para a atividade

As brincadeiras para realizar no parquinho, devem ser feitas diariamente após atividades em sala de aula, pois a coordenação motora grossa precisa ser estimulada. Este é um processo que auxiliará e melhorará movimentos de corrida, percepção espacial e a dar força nos músculos inferiores.

Gangorra

Brincar de gangorra proporciona às crianças momentos lúdicos, para trabalhar com a socialização e o revezamento de um brinquedo. Este fator precisa ser trabalhado, de modo que as crianças aprendam sobre dividir e esperar a vez.

Como fazer a atividade

De duplas, as crianças deverão subir na gangorra para brincarem por um tempo determinado pelo professor. Quando este momento se encerrar, outras crianças brincarão pelo mesmo período.

Este é um método de fazer com que as crianças possam se divertir em conjuntos, sem brigas e aproveitem o dia no parquinho com brincadeiras interativas..

Materiais para a atividade

Será necessário somente da gangorra do parquinho.

Objetivos para a atividade

As brincadeiras para fazer no parquinho, precisam trabalhar com a colaboração, respeito, diálogos e o tempo que será a chave principal deste momento. Os pequenos devem aprender que precisam aguardar a sua vez de brincar, e evitar brigar.

É normal que crianças pequenas se desentendam em determinadas atividades ou brincadeiras, mas cabe ao professor compreender e conversar para explicar que todas vão brincar. Apenas é necessário aguardar um pouco, enquanto isso podem brincar ou dialogar.

Amarelinha

A amarelinha permanece nas memórias de crianças que se tornaram adultos ao longo dos anos, pois é uma brincadeira divertida, lúdica e que reúne todas as crianças para brincarem no parquinho.

Como fazer a atividade

As crianças devem se reunir no parque da escola com o professor para brincarem de amarelinha, ao formarem uma fila para esperar a vez. Para brincar, basta jogar a pedrinha na direção dos números, e aquele que cair a criança não poderá pisar em cima.

Como fazer a atividade
Fonte/Reprodução: original.

Será necessário somente pegar a pedrinha para entregá-la ao colega, e chegar ao final da linha demarcada. É uma brincadeira simples, mas que garante às crianças momentos divertidos e engraçados.

Objetivos para a atividade

As brincadeiras para fazer no parquinho, trabalharão com o equilíbrio na hora de pular na amarelinha a qual deve ser feita sem cair no chão. Dessa maneira, as crianças terão firmeza nos pés e nas pernas para realizarem a brincadeira.

Os pequenos terão a percepção do espaço em que estão, e este fator corrobora diretamente para haver a movimentação do caminhar, correr e pular. Estes são fatores importantes que auxiliam o desenvolvimento infantil.

Faz de conta

Brincar de faz de conta na educação infantil, é um dos momentos mais divertidos que ocorrem por trabalhar a criatividade e imaginação. É importante que os professores procurem incentivá-los a pensar em cenários lúdicos, ou brincadeiras diferentes que proporcionem momentos únicos.

Como fazer a atividade

Para a atividade, as crianças deverão se reunir e escolher alguma brincadeira de faz de conta. Pode ser sobre um hospital, uma escolinha, fingirem ser policiais ou até mesmo motoristas de carros.

Tudo o que as crianças precisarão fazer é pensar em hipóteses de brincadeiras diferentes, que as estimulem do começo ao fim. É interessante observá-las conforme realizam este processo, pois pode-se notar sobre o que planejam e suas principais ideias para determinadas questões.

Objetivos para a atividade

O objetivo das brincadeiras para fazer no parquinho, consistem em auxiliar a curiosidade que fará parte de toda a vida das crianças, bem como na vida adulta. Este é um aspecto que deve ser levado em consideração.

 Outro ponto crucial é pelo fato de as crianças desenvolverem a comunicação social com os colegas, principalmente quando ocorre estímulos para se dizer o que imaginou. Dar tal oportunidade fará com que os pequenos se tornem criativos e inovadores quando forem adultos.

Pega-pega

O parquinho da escola possui um espaço amplo para as crianças brincarem, correr e pular o quanto quiserem. Neste caso, deixe se divertirem em uma brincadeira lúdica para trabalharem a coordenação motora grossa.

Como fazer a atividade

Para a brincadeira, as crianças devem escolher quem será o pegador, e os demais deverão fugir para não serem pegas. Aquele que for pego primeiro ficará no lugar do anterior, e terá de pegar os colegas.

Estas brincadeiras devem ser trabalhadas frequentemente na escolinha, pois fornece aos alunos uma resistência maior para correr. Significa que elas não se sentirão cansadas, e permanecerão dispostas a realizarem atividades físicas.

Objetivos para a atividade

O objetivo das brincadeiras para fazer no parquinho é estimular os músculos do corpo a ganharem mais força, bem como a melhora de movimentos feitos pelas pernas das crianças na hora de correr. 

Os estímulos feitos contribuirão diretamente às funções do cérebro, o que lhes permitirá ter disposição e vigor para diversas brincadeiras, terão boas noites de sono, e gastarão energia necessária no dia a dia.

As brincadeiras para fazer no parquinho podem ocorrer de muitas maneiras, basta que o professor decida-as com precisão e antecipação. Desta forma, os pequenos poderão aproveitar para melhorarem suas técnicas visuais, de motricidade e cognitivas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.