fbpx

4 atividades de educação infantil para fazer nas aulas remotas

Criança fazendo aula remota em home office

Com a pandemia, as aulas remotas se transformaram em um grande desafio tanto para alunos, quanto para professores. Do ensino superior à educação infantil, as escolas tiveram que se reinventar para fazer com que as aulas se tornassem atrativas.

Um dos maiores esforços, porém, está na educação infantil. É nessa etapa da vida que as crianças têm o primeiro contato com o mundo escolar. Se não houver um trabalho conjunto entre docentes, estudantes, pais e demais familiares, os pequenos se sentem desanimados.

Afinal, se já é difícil para os adultos manterem a atenção nas telas durante o período de aulas, imagina como se sentem as crianças. Para fazer com que as aulas remotas se tornem adaptáveis a esse público, separamos algumas atividades de educação infantil que trazem o lúdico para o aprendizado.

A tecnologia faz a ponte, mas professor é o diferencial

O velho método do professor passar conteúdo na lousa e os alunos copiarem não funciona do mesmo jeito no ensino remoto. Então, a dica é usar a tecnologia para fazer a mediação e apostar na interatividade.

Na educação infantil, a criança está explorando o mundo. Por isso, os professores podem selecionar atividades que envolvam brincadeiras, a relação com o outro e a descoberta de novas experiências. Vamos ver como as atividades de educação infantil acontecem na prática?

1. Contação de histórias e teatro

Teatro Infantil

As crianças gostam de ouvir histórias porque essa é uma forma de estimular a imaginação e de fazer com que conheçam outros mundos. O professor escolhe um livro infantil e, durante uma aula síncrona, faz a leitura para os alunos.

Se quiser apostar na representação, é possível usar fantoches de mão ou de dedo para contar uma história. Também é possível improvisar com meias e TNT.

Outra atividade interativa que exige a participação dos alunos é o teatro. Como isso se torna um pouco difícil nas aulas remotas, uma possibilidade é fazer com que os alunos se identifiquem com algum personagem da história e tentem interpretar os diálogos.

Eles até podem usar um figurino próprio para a história. Como a criança está dentro do próprio universo, ela ainda pode levar à frente das câmeras os seus brinquedos.

Ah, e por que não trazer as histórias dos alunos para serem compartilhadas? Em uma aula para estimular a criatividade, por exemplo, as crianças criam a própria história ou recontam um passeio que fizeram ou uma atividade que despertou a imaginação.

2. Experiências científicas que despertam curiosidade

Crianças fazendo ciência ao usar um microscópio
Exemplo de crianças praticando ciência através de um microscópio

O que mantém os pequenos atentos é a curiosidade. As aulas remotas, portanto, são uma boa oportunidade para você despertar o espírito científico das crianças. Aqui, pode ser desde o clássico plantar o feijão sobre o algodão e acompanhar o seu crescimento, até algo mais sofisticado, como o vulcão em erupção.

Se optar por fazer o vulcão, lembre-se de recomendar aos pais que acompanhem o experimento das crianças. Serão necessários a ponta de uma garrafa PET, massinha de modelar, bicarbonato de sódio, água morna, algumas gotinhas de detergente e vinagre. Caso queria uma labareda vermelha, um corante alimentício deve ser usado na água morna.

Instrua os alunos para que cortem a garrafa PET e colem-na em uma bacia firme. Na sequência, devem envolvê-la com a massinha de modelar, de preferência marrom ou cinza. Podem usar folhas e animais de brinquedos para compor a paisagem ao redor. Com o auxílio de um funil, a água morna, com duas colheres de bicarbonato e algumas gotinhas de detergente, é despejada no interior da garrafa.

O vulcão entra em erupção quando se adiciona um pouco de vinagre à mistura.

3. Exercícios de aquisição de linguagem

Outras atividades de educação infantil estão relacionadas à aquisição de linguagem. Para promover a interação entre os alunos, a turma pode ser dividida em duplas. Como auxílio dos pais, são selecionados alguns objetos da casa, como roupas, talheres e alimentos.

Cada aluno seleciona um tipo de objeto diferente e o desafio do outro participante da dupla é descobrir o nome dos itens selecionados pelo colega, como forma de adquirir vocabulário.

Promover o canto entre os pequenos, para que consigam diferenciar os diversos sons da fala, e escolher músicas que falem de objetos possíveis de serem encontrados em casa também é uma forma das crianças reconhecerem palavras e aumentarem o vocabulário.

4. Aposte em recortes, desenhos, pinturas e origamis

Crianças fazendo recortes
Crianças fazendo recortes e pinturas

Também é possível recorrer às atividades de educação infantil que são mais clássicas em salas de aula, como desenhos, pinturas e recortes. Para trazer a experiência do tato e da concentração, a prática do origami é recomendada. São atividades que ativam a memória, o desenvolvimento da paciência e até a coordenação motora e espacial.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *