fbpx

Habilidades da BNCC: Matemática no Ensino Médio

Matemática

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio para a área de Matemática tem como objetivo consolidar os conhecimentos adquiridos em todas as séries do Ensino Fundamental e, ainda, construir um aprendizado que condiz com a realidade e aplicado em diversos contextos.

Para que isso ocorra, a BNCC enfatiza a importância de trazer no ambiente de sala de aulas a tecnologia (como o uso de aplicativos) e também as especificações do mercado de trabalho. 

São maneiras de garantir que os alunos tenham contato com processos de investigação, construção de modelos e resolução de conflitos. Três ferramentas essenciais para consolidar, ampliar e aprofundar o letramento matemático dos estudantes.

Portanto, o principal objetivo da disciplina de matemática no Ensino Médio é utilizar tudo o que até então já foi apreendido pelo estudante e promover ações que ampliem esses entendimentos, para que esses estudos estiguem um pensamento ainda mais reflexivo.

Matemática

BNCC no Ensino Médio: Habilidades de Matemática

A organização do documento contém competências específicas e habilidades. Na disciplina de Matemática, cada competência específica possui diversas habilidades que o estudante deve ser capaz de realizar. 

Lembrando que competência é a capacidade de resolver certo assunto e habilidade significa aplicar na prática, ou seja, saber fazer de fato.

Diferentemente da BNCC do Ensino Fundamental Anos Iniciais e Finais, o documento dedicado ao Ensino Médio não só faz a separação das habilidades pelas unidades temáticas como também pelas competências específicas.

Como os posts sobre Habilidades exploradas na BNCC foram desenvolvidos com foco nas Unidades Temáticas, este post contemplará esta organização. Mas se para você, como professor, a organização melhor é através das competências, você poderá acessar a sessão matemática para o Ensino Médio na BNCC e verificar esta outra possibilidade.

Habilidades da Unidade Temática Números e Álgebra

Interpretar taxas e índices de natureza socioeconômica, investigando os processos de cálculo desses números, para analisar criticamente a realidade e produzir argumentos. 

Aplicar conceitos matemáticos no planejamento, na execução e na análise de ações envolvendo a utilização de aplicativos e a criação de planilhas para tomar decisões. 

Interpretar criticamente situações econômicas, sociais e fatos relativos às Ciências da Natureza que envolvam a variação de grandezas, pela análise dos gráficos das funções representadas e das taxas de variação, com ou sem apoio de tecnologias digitais. 

Construir modelos empregando as funções polinomiais de 1º ou 2º graus, para resolver problemas em contextos diversos, com ou sem apoio de tecnologias digitais. 

Converter representações algébricas de funções polinomiais de 1º grau em representações geométricas no plano cartesiano, distinguindo os casos nos quais o comportamento é proporcional, recorrendo ou não a softwares ou aplicativos de álgebra e geometria dinâmica. 

Investigar conjuntos de dados relativos ao comportamento de duas variáveis numéricas, usando ou não tecnologias da informação, e, quando apropriado, levar em conta a variação e utilizar uma reta para descrever a relação observada.

Converter representações algébricas de funções polinomiais de 2º grau em representações geométricas no plano cartesiano, distinguindo os casos nos quais uma variável for diretamente proporcional ao quadrado da outra.

Investigar relações entre números expressos em tabelas para representá-los no plano cartesiano, reconhecendo quando essa representação é de função polinomial de 1º grau.

Investigar relações entre números expressos em tabelas para representá-los no plano cartesiano, identificando padrões e criando conjecturas para generalizar e expressar algebricamente essa generalização, reconhecendo quando essa representação é de função polinomial de 2º grau do tipo y = ax2. 

Investigar pontos de máximo ou de mínimo de funções quadráticas em contextos envolvendo superfícies, Matemática Financeira ou Cinemática, entre outros, com apoio de tecnologias digitais.

Identificar e associar progressões aritméticas a funções afins de domínios discretos, para análise de propriedades, dedução de algumas fórmulas e resolução de problemas. 

Identificar e associar progressões geométricas a funções exponenciais de domínios discretos, para análise de propriedades, dedução de algumas fórmulas e resolução de problemas. 

Interpretar e comparar situações que envolvam juros simples com as que envolvem juros compostos, destacando o crescimento linear ou exponencial de cada caso. 

Resolver e elaborar problemas com funções exponenciais nos quais seja necessário compreender e interpretar a variação das grandezas envolvidas, em contextos como o da Matemática Financeira, entre outros. 

Resolver e elaborar problemas com funções logarítmicas nos quais seja necessário compreender e interpretar a variação das grandezas envolvidas, em contextos como os de abalos sísmicos, pH, radioatividade, Matemática Financeira, entre outros. 

Analisar e estabelecer relações, com ou sem apoio de tecnologias digitais, entre as representações de funções exponencial e logarítmica expressas em tabelas e em plano cartesiano, para identificar as características fundamentais de cada função. 

Resolver e elaborar problemas em contextos que envolvem fenômenos periódicos reais e comparar suas representações com as funções seno e cosseno, no plano cartesiano, com ou sem apoio de aplicativos de álgebra e geometria. 

Resolver e elaborar problemas do cotidiano, da Matemática e de outras áreas do conhecimento, que envolvem equações lineares simultâneas, usando técnicas algébricas e gráficas, com ou sem apoio de tecnologias digitais. 

Analisar funções definidas por uma ou mais sentenças em suas representações algébrica e gráfica, identificando domínios de validade, imagem, crescimento e decrescimento, e convertendo essas representações de uma para outra, com ou sem apoio de tecnologias digitais.

Utilizar conceitos iniciais de uma linguagem de programação na implementação de algoritmos escritos em linguagem corrente e/ou matemática. 

Investigar e registrar, por meio de um fluxograma, quando possível, um algoritmo que resolve um problema.

Geometria e Medidas

Geometria

Interpretar e compreender textos científicos ou divulgados pelas mídias, que empregam unidades de medida de diferentes grandezas e as conversões possíveis entre elas, adotadas ou não pelo Sistema Internacional, como as de armazenamento e velocidade de transferência de dados, ligadas aos avanços tecnológicos.

Propor ou participar de ações adequadas às demandas da região, preferencialmente para sua comunidade, envolvendo medições e cálculos de perímetro, de área, de volume, de capacidade ou de massa.

Empregar diferentes métodos para a obtenção da medida da área de uma superfície e deduzir expressões de cálculo para aplicá-las em situações reais, com ou sem apoio de tecnologias digitais.

Utilizar as noções de transformações isométricas e transformações homotéticas para construir figuras e analisar elementos da natureza e diferentes produções humanas.

Aplicar as relações métricas, incluindo as leis do seno e do cosseno ou as noções de congruência e semelhança, para resolver e elaborar problemas que envolvem triângulos, em variados contextos. 

Resolver e elaborar problemas que envolvem o cálculo de áreas totais e de volumes de prismas, pirâmides e corpos redondos em situações reais.

Utilizar, quando necessário, a notação científica para expressar uma medida, compreendendo as noções de algarismos significativos e algarismos duvidosos, e reconhecendo que toda medida é inevitavelmente acompanhada de erro. 

Resolver e elaborar problemas que envolvem grandezas determinadas pela razão ou pelo produto de outras. 

Investigar processos de obtenção da medida do volume de prismas, pirâmides, cilindros e cones, incluindo o princípio de Cavalieri, para a obtenção das fórmulas de cálculo da medida do volume dessas figuras. 

Resolver problemas sobre ladrilhamento do plano, com ou sem apoio de aplicativos de geometria dinâmica, para conjecturar a respeito dos tipos ou composição de polígonos que podem ser utilizados em ladrilhamento, generalizando padrões observados. 

Representar graficamente a variação da área e do perímetro de um polígono regular quando os comprimentos de seus lados variam, analisando e classificando as funções envolvidas.

Investigar a deformação de ângulos e áreas provocada pelas diferentes projeções usadas em cartografia.

Probabilidade e Estatística

Analisar tabelas, gráficos e amostras de pesquisas estatísticas apresentadas em relatórios divulgados por diferentes meios de comunicação, identificando, quando for o caso, inadequações que possam induzir a erros de interpretação.

Planejar e executar pesquisa amostral sobre questões relevantes, usando dados coletados diretamente ou em diferentes fontes, e comunicar os resultados por meio de relatório contendo gráficos e interpretação das medidas de tendência central e das medidas de dispersão, utilizando ou não recursos tecnológicos. 

Resolver e elaborar problemas de contagem envolvendo agrupamentos ordenáveis ou não de elementos, por meio dos princípios multiplicativo e aditivo, recorrendo a estratégias diversas, como o diagrama de árvore. 

Identificar e descrever o espaço amostral de eventos aleatórios, realizando contagem das possibilidades, para resolver e elaborar problemas que envolvem o cálculo da probabilidade. 

Identificar situações da vida cotidiana nas quais seja necessário fazer escolhas levando-se em conta os riscos probabilísticos. 

Resolver e elaborar problemas que envolvem o cálculo de probabilidade de eventos em experimentos aleatórios sucessivos. 

Resolver e elaborar problemas, em diferentes contextos, que envolvem cálculo e interpretação das medidas de tendência central e das medidas de dispersão.

Construir e interpretar tabelas e gráficos de frequências com base em dados obtidos em pesquisas por amostras estatísticas, incluindo ou não o uso de softwares que inter-relacionem estatística, geometria e álgebra. 

Interpretar e comparar conjuntos de dados estatísticos por meio de diferentes diagramas e gráficos, reconhecendo os mais eficientes para sua análise. 

Reconhecer a existência de diferentes tipos de espaços amostrais, discretos ou não, e de eventos, equiprováveis ou não, e investigar implicações no cálculo de probabilidades.

O que você achou deste texto?

Neste post você viu a respeito da BNCC do Ensino Médio, o que ela reserva para a disciplina de Matemática. 

Você pôde entender como se dá a organização do documento para essa matéria em particular, e quais as habilidades que os alunos devem garantir a fim de serem capazes de alcançarem as competências específicas também atribuídas pela BNCC.

Agora conte pra gente, você gostou deste post, acredita que ele possa te ajudar em sala de aula?


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *