fbpx

BNCC no Ensino Fundamental I: Habilidades na Área de Ciências da Natureza

A BNCC no Ensino Fundamental I na área de Ciências da Natureza contempla uma única matéria, Ciências, uma disciplina introduzida  na grade curricular com objetivo de tratar a compreensão e interpretação das crianças sobre o mundo, tanto natural como social e tecnológica, e ainda estimular as suas perspectivas quanto às mudanças que podem contribuir.

Isso significa que a disciplina Ciências vem para letrar cientificamente o estudante como cidadão, para que ele desempenhe seu exercício de cidadania efetivamente.

Para tanto, a BNCC do Ensino Fundamental I diz que o ensino da Ciência deve explorar e disponibilizar conhecimentos científicos múltiplos, ocorridos em diferentes épocas da história e também o conhecimento com os principais processos, práticas e procedimentos da análise científica. 

A fim de assegurar o aprendizado efetivo da disciplina Ciências, a BNCC estabelece em seu documento três principais unidades temáticas que devem auxiliar ao professor no ensino-aprendizado da matéria.

BNCC - Ensino Fundamental
BNCC – Ensino Fundamental

BNCC no Ensino Fundamental I: Unidades temáticas para Ciências

São três as unidades temáticas voltadas para o ensino da disciplina Ciências. Neste tópico, vamos explorar cada uma delas a fim de que você, professor, tenha um suporte teórico bastante fundamentado e consiga inserir em suas atividades de Ciências, as necessidades que a BNCC do Ensino Fundamental I requer.

Matéria e energia

Na unidade temática Matéria e Energia é preciso trabalhar a matéria bem como suas transformações, fontes e tipos de energia. Para isso é necessário explorar temáticas sobre recursos naturais e energéticos.

Também é preciso tratar em sala de aula informações correspondentes às perspectivas históricas e de uso desse material pela humanidade.

Matéria e Energia

Mas para a BNCC o Ensino Fundamental I deve valorizar o conhecimento do aluno acerca de seu entorno, trazendo a Ciências para o âmbito da sua cada, do seu bairro e de outros ambientes que já fazem parte da vida do estudante.

Isso porque tais informações são cruciais para o desenvolvimento e compreensão acerca de outros objetos.

Então inicialmente o trabalho deve se dá na construção da perspectiva estudantil acerca da luz, do som, do calor, da eletricidade, da água em seus diferentes estados e a conservação do solo, por exemplo.

Vida e evolução

A unidade temática Vida e Evolução está relacionada à assuntos sobre os seres vivos, tanto animais como seres humanos. São exploradas questões sobre quais as características, necessidades e fenômenos naturais e sociais dos seres vivos.

Também devem ser estudados as características dos ecossistemas e a importância da preservação dele e dos seres vivos e elementos não vivos que o habita.

Vida e Evolução

Para o Ensino Fundamental I precisam ser desenvolvidos trabalhos sobre os seres vivos os quais os estudantes têm uma relação afetiva, de modo que fique mais fácil a compreensão desta área.

Terra e Universo

Na última unidade temática da BNCC no Ensino Fundamental I para a disciplina de Ciências, o professor deve contemplar informações acerca da terra e do universo. Informações como o sistema solar, a lua e outros corpos celestes, como dimensões, composição, localizações e movimentos devem ser contemplados nesta temática.

Busca-se assim que o aluno tenha conhecimento sobre as diversas possibilidades de criação do universo e as características importantes à manutenção da vida na Terra.

Planeta Terra

Além de questões sobre o universo, também é necessário dispor nessa unidade informações sobre os fenômenos naturais presentes e como se dá o desenvolvimento do clima e se prevê o tempo e esses fenômenos.

Habilidades de Ciências o Ensino Fundamental I

A BNCC específica habilidades de ciências para todas as séries do Ensino Fundamental I, na finalidade de facilitar o desenvolvimento e aplicação de atividades em sala de aula. 

Veja a seguir quais são as habilidades de cada série e unidade temática.

Habilidades para o 1° ano

Comparar características de diferentes materiais presentes em objetos de uso cotidiano, discutindo sua origem, os modos como são descartados e como podem ser usados de forma mais consciente. 

Localizar, nomear e representar graficamente (por meio de desenhos) partes do corpo humano e explicar suas funções. 

Discutir as razões pelas quais os hábitos de higiene do corpo (lavar as mãos antes de comer, escovar os dentes, limpar os olhos, o nariz e as orelhas etc.) são necessários para a manutenção da saúde. 

Comparar características físicas entre os colegas, reconhecendo a diversidade e a importância da valorização, do acolhimento e do respeito às diferenças. 

Identificar e nomear diferentes escalas de tempo: os períodos diários (manhã, tarde, noite) e a sucessão de dias, semanas, meses e anos. 

Selecionar exemplos de como a sucessão de dias e noites orienta o ritmo de atividades diárias de seres humanos e de outros seres vivos.

Habilidades para o 2° ano

Identificar de que materiais (metais, madeira, vidro etc.) são feitos os objetos que fazem parte da vida cotidiana, como esses objetos são utilizados e com quais materiais eram produzidos no passado. 

Propor o uso de diferentes materiais para a construção de objetos de uso cotidiano, tendo em vista algumas propriedades desses materiais (flexibilidade, dureza, transparência etc.). 

Discutir os cuidados necessários à prevenção de acidentes domésticos (objetos cortantes e inflamáveis, eletricidade, produtos de limpeza, medicamentos etc.). 

Descrever características de plantas e animais (tamanho, forma, cor, fase da vida, local onde se desenvolvem etc.) que fazem parte de seu cotidiano e relacioná-las ao ambiente em que eles vivem.

Investigar a importância da água e da luz para a manutenção da vida de plantas em geral. 

Identificar as principais partes de uma planta (raiz, caule, folhas, flores e frutos) e a função desempenhada por cada uma delas, e analisar as relações entre as plantas, o ambiente e os demais seres vivos. 

Descrever as posições do Sol em diversos horários do dia e associá-las ao tamanho da sombra projetada. 

Comparar o efeito da radiação solar (aquecimento e reflexão) em diferentes tipos de superfície (água, areia, solo, superfícies escura, clara e metálica etc.).

Habilidades para o 3° ano 

Produzir diferentes sons a partir da vibração de variados objetos e identificar variáveis que influem nesse fenômeno.

Experimentar e relatar o que ocorre com a passagem da luz através de objetos transparentes (copos, janelas de vidro, lentes, prismas, água etc.), no contato com superfícies polidas (espelhos) e na intersecção com objetos opacos (paredes, pratos, pessoas e outros objetos de uso cotidiano). 

Discutir hábitos necessários para a manutenção da saúde auditiva e visual considerando as condições do ambiente em termos de som e luz. 

Identificar características sobre o modo de vida (o que comem, como se reproduzem, como se deslocam etc.) dos animais mais comuns no ambiente próximo. 

Descrever e comunicar as alterações que ocorrem desde o nascimento em animais de diferentes meios terrestres ou aquáticos, inclusive o homem. 

Comparar alguns animais e organizar grupos com base em características externas comuns (presença de penas, pelos, escamas, bico, garras, antenas, patas etc.). 

Identificar características da Terra (como seu formato esférico, a presença de água, solo etc.), com base na observação, manipulação e comparação de diferentes formas de representação do planeta (mapas, globos, fotografias etc.). 

Observar, identificar e registrar os períodos diários (dia e/ou noite) em que o Sol, demais estrelas, Lua e planetas estão visíveis no céu. 

Comparar diferentes amostras de solo do entorno da escola com base em características como cor, textura, cheiro, tamanho das partículas, permeabilidade etc. 

Identificar os diferentes usos do solo (plantação e extração de materiais, dentre outras possibilidades), reconhecendo a importância do solo para a agricultura e para a vida.

Habilidades para o 4° ano

Identificar misturas na vida diária, com base em suas propriedades físicas observáveis, reconhecendo sua composição. 

Testar e relatar transformações nos materiais do dia a dia quando expostos a diferentes condições (aquecimento, resfriamento, luz e umidade). 

Concluir que algumas mudanças causadas por aquecimento ou resfriamento são reversíveis (como as mudanças de estado físico da água) e outras não (como o cozimento do ovo, a queima do papel etc.). 

Analisar e construir cadeias alimentares simples, reconhecendo a posição ocupada pelos seres vivos nessas cadeias e o papel do Sol como fonte primária de energia na produção de alimentos. 

Descrever e destacar semelhanças e diferenças entre o ciclo da matéria e o fluxo de energia entre os componentes vivos e não vivos de um ecossistema. 

Relacionar a participação de fungos e bactérias no processo de decomposição, reconhecendo a importância ambiental desse processo. 

Verificar a participação de microrganismos na produção de alimentos, combustíveis, medicamentos, entre outros. 

Propor, a partir do conhecimento das formas de transmissão de alguns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças a eles associadas. 

Identificar os pontos cardeais, com base no registro de diferentes posições relativas do Sol e da sombra de uma vara (gnômon).

Comparar as indicações dos pontos cardeais resultantes da observação das sombras de uma vara (gnômon) com aquelas obtidas por meio de uma bússola. 

Associar os movimentos cíclicos da Lua e da Terra a períodos de tempo regulares e ao uso desse conhecimento para a construção de calendários em diferentes culturas.

Habilidades para o 5° ano

Explorar fenômenos da vida cotidiana que evidenciem propriedades físicas dos materiais – como densidade, condutibilidade térmica e elétrica, respostas a forças magnéticas, solubilidade, respostas a forças mecânicas (dureza, elasticidade etc.), entre outras. 

Aplicar os conhecimentos sobre as mudanças de estado físico da água para explicar o ciclo hidrológico e analisar suas implicações na agricultura, no clima, na geração de energia elétrica, no provimento de água potável e no equilíbrio dos ecossistemas regionais (ou locais). 

Selecionar argumentos que justifiquem a importância da cobertura vegetal para a manutenção do ciclo da água, a conservação dos solos, dos cursos de água e da qualidade do ar atmosférico.

Identificar os principais usos da água e de outros materiais nas atividades cotidianas para discutir e propor formas sustentáveis de utilização desses recursos.

Construir propostas coletivas para um consumo mais consciente e criar soluções tecnológicas para o descarte adequado e a reutilização ou reciclagem de materiais consumidos na escola e/ou na vida cotidiana. 

Selecionar argumentos que justifiquem por que os sistemas digestório e respiratório são considerados corresponsáveis pelo processo de nutrição do organismo, com base na identificação das funções desses sistemas. 

Justificar a relação entre o funcionamento do sistema circulatório, a distribuição dos nutrientes pelo organismo e a eliminação dos resíduos produzidos. 

Organizar um cardápio equilibrado com base nas características dos grupos alimentares (nutrientes e calorias) e nas necessidades individuais (atividades realizadas, idade, sexo etc.) para a manutenção da saúde do organismo. 

Discutir a ocorrência de distúrbios nutricionais (como obesidade, subnutrição etc.) entre crianças e jovens a partir da análise de seus hábitos (tipos e quantidade de alimento ingerido, prática de atividade física etc.). 

Identificar algumas constelações no céu, com o apoio de recursos (como mapas celestes e aplicativos digitais, entre outros), e os períodos do ano em que elas são visíveis no início da noite. 

Associar o movimento diário do Sol e das demais estrelas no céu ao movimento de rotação da Terra. 

Concluir sobre a periodicidade das fases da Lua, com base na observação e no registro das formas aparentes da Lua no céu ao longo de, pelo menos, dois meses. 

Projetar e construir dispositivos para observação à distância (luneta, periscópio etc.), para observação ampliada de objetos (lupas, microscópios) ou para registro de imagens (máquinas fotográficas) e discutir usos sociais desses dispositivos.

Quer saber mais sobre a BNCC no Ensino Fundamental I e os demais anos? Quer saber quais as competências e habilidades que ela dispõe para todas as matérias e séries do ensino básico? Então acompanhe nosso blog, toda semana tem um artigo novo para você ler.

10 comentários em “BNCC no Ensino Fundamental I: Habilidades na Área de Ciências da Natureza”

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?