fbpx

Sobre a Pedagogia

Quem é o Pedagogo?

O pedagogo é um especialista em educação. Compreende e intervém nos processos de ensino e de aprendizagem que acontecem na sociedade. E existe diferença entre o pedagogo e o professor? Acredito que existem sim, e muitas, mas ambos têm o mesmo objetivo: a educação. Existe a necessidade extrema de que o pedagogo/educador, deve se realizar em curso próprio e absorver toda a complexidade de seu objeto de estudo. Porque a educação não está apenas dentro da sala de aula. “Reduzir a ação pedagógica à docência é produzir um reducionismo conceitual, um estreitamento do conceito pedagógico” (Libâneo e Pimenta, 1999).

Vemos bem essa ligação observando a presença cada vez maior da violência dentro e fora da escola. Os professores oprimidos e a sua impotência diante dos problemas da sociedade. Sendo assim urgentemente necessário convocar pedagogos para atuar dentro e fora da esfera escolar. Precisamos, nós pedagogos, enfrentar esta tarefa social. Assim o pedagogo, educador por excelência, precisará atuar na escola e nas diversas instâncias educativas da sociedade (com comprometimento social!).

Para isso, precisa-sede uma nova e diferenciada formação do pedagogo, pois ele deve ter a consciência de estar formando homens para o exercício da cidadania e, para isso, necessidade comprometimento e auto formação continuada. Neste ponto afirma-se a importância do planejamento no curso de pedagogia e o comprometimento dos profissionais que nele de formarão. É necessário que estes estejam dispostos à esta atuação e reflexão. Pois aí está a base da educação: na formação dos pedagogos. E que tenham o interesse de estudar de verdade para alcançar isso.

Que trabalho é esse?

– Qual sua a profissão?

– Que perguntinha para se fazer a uma garota de 21 anos. Rapidamente, respondo:

– Sou professora. Quanta responsabilidade esta resposta trás. Apesar de algumas vezes causar sorrisinhos no canto dos lábios, como quem não vê muita importância na palavra “professor”.

Mas esta é sim uma das profissões mais importantes que existe. E não é a toa que por mais que existam “maus” professores, a maior parte dessas pessoas que dão o tal sorrisinho sabem ler, escrever e até fazer belos cálculos de aritmética. Ser professor é ser algo muito importante! Pois a educação participa ativamente na formação da sociedade.

– E tu gosta de ser professora?

– Outra perguntinha sem vergonha que não devia ter saído dos tais lábios risonhos… pois, tem como ser professor sem gostar? Ser professor não é como trabalhar no setor de crediário de uma grande loja, atendendo os clientes de forma mecânica esperando ansiosamente o tempo passar.

Ser professor é se doar, se permitir a todo o momento viver intensamente cada situação, procurar entender estes momentos, pensar em como interagir com ele, ver cada pequeno segundo como algo grandioso. Afinal, para uma criança, por exemplo, um segundo é o tempo necessário de você se tornar o seu herói ou seu vilão.

Autor: Carolina Ducatti (http://carolinapedagogiaipa.blogspot.com/)

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?