fbpx

REFLEXÕES SOBRE AS INFERÊNCIAS

1.O QUE SÃO INFERÊNCIAS?

 

Pode-se dizer que inferências são operações cognitivas que o leitor realiza para construir proposições novas a partir de informações que ele encontrou no texto.A noção de inferência tem sido usada para descrever operações cognitivas que vão desde a identificação do referente de elementos anafóricos e exofóricos até a construção da organização temática do texto. Essa excessiva abrangência do conceito de inferência é problemática para a caracterização desse fenômeno, pois reúne sob o mesmo título operações muito diversas, trazendo assim dificuldades para o estudo dele.
Embora se possam encontrar noções comuns nos conceitos de inferência, como o fato de elas serem uma adição de informação nova ao texto, muitos deles apresentam pontos discutíveis e há diferenças entre eles, fazendo com que não haja consenso em relação à noção de inferência.
Um problema encontrado no conceito de inferência dado por McLeod (1977), por exemplo, é afirmar que inferências são feitas apenas nos casos de discurso escrito. Isso significa que não se fazem inferências no processamento da fala?
Para Morrow (1990), quando o leitor faz inferências, ativa e usa informações implícitas no texto.
Já Yekovich et. al. (1990), acreditam que elas sejam “informações não dadas explicitamente no input”. O que não está explícito no texto não tem necessariamente de estar implícito nele. Nesses casos, então, haveria uma disparidade entre esses dois conceitos.

BAIXAR EM PDF

REFLEXÕES SOBRE AS INFERÊNCIAS

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?