fbpx

Saiba como usar mapas mentais na sala de aula ūüóļūü߆

Mapa Mental
Avalie!

Os mapas mentais s√£o uma das mais poderosas ferramentas de ensino e aprendizagem √† disposi√ß√£o de alunos e professores. Eles ajudam a condensar conte√ļdos extensos e complexos, criando linhas de racioc√≠nio que promovem a capacidade de sintetiza√ß√£o e reten√ß√£o dos assuntos.

No entanto, para usufruir de todos estes benefícios, é preciso saber como aplicá-los de maneira correta. Especialmente no contexto de uma sala de aula, empregar adequadamente os mapas mentais ajuda na transmissão do conhecimento e permite que os alunos desenvolvam pensamento crítico e exercitem seus saberes em uma determinada matéria.

Por isso, este artigo será totalmente dedicado a este valioso instrumento de ensino. Se você quer saber mais sobre o assunto e levar suas classes ao próximo nível, continue com a gente nesta leitura e aprenda como usar mapas mentais na sala de aula!

Primeiro: re√ļna materiais adequados

O segredo por tr√°s da efici√™ncia dos mapas mentais na fixa√ß√£o dos conte√ļdos √© o seu car√°ter altamente visual. Por isso, √© muito importante dispor dos recursos corretos para criar uma experi√™ncia imag√©tica capaz de dar suporte ao aprendizado.

Isso significa empregar cores e materiais que ajudem a classificar os conceitos e estabelecer hierarquia e liga√ß√Ķes entre as diferentes informa√ß√Ķes do mapa. Se voc√™ e sua turma estiverem trabalhando em papel, disponibilize l√°pis de cor ou canetinhas variadas, para que todos possam aplicar a organiza√ß√£o da mat√©ria por um c√≥digo de cores.

E caso voc√™ esteja trabalhando em um tradicional quadro negro, empregue giz de v√°rias cores para distinguir se√ß√Ķes do mapa. Em um ambiente mais moderno onde os estudantes trabalhem no digital, seja em tablets ou lousas interativas, incentive a aplica√ß√£o de recursos visuais para enriquecer os mapas.

Este processo de classificação e ordenação ajuda os alunos a exercitarem e fixarem a matéria.

Forneça as diretrizes, mas garanta liberdade criativa

Os mapas mentais têm dois benefícios muito expressivos para a aprendizagem:

  • S√£o uma atividade l√ļdica e prazerosa, que estimula a participa√ß√£o dos alunos;
  • Promove o pensamento e o racioc√≠nio, a partir da necessidade de extra√ß√£o das informa√ß√Ķes do dom√≠nio da mente para o papel.

Por isso, √© importante se atentar √† aplica√ß√£o de t√©cnicas que sustentem estas vantagens do recurso. Assim, oriente os estudantes com instru√ß√Ķes b√°sicas, como o posicionamento do tema principal no centro e a cria√ß√£o de ramifica√ß√Ķes a partir dele, mas proporcione liberdade criativa. Afinal de contas, ele deve expressar a mente de cada um, por isso, nenhum vai ser igual ao outro.

Assim, cada estudante deixará claro seu nível de conhecimento sobre os assuntos, além de desenvolverem a atividade com mais prazer e autonomia.

Incentive a capacidade sintética com desenhos e palavras-chave

Lembre os alunos de que √© importante restringir o conte√ļdo do mapa mental a c√≥digos sucintos que motivem a lembran√ßa de conceitos mais complexos. Assim, o mapa n√£o deve conter frases extensas.

Para isso, estimule os estudantes a empregarem suas habilidades criativas desenvolvendo ilustra√ß√Ķes e palavras-chave que lhes deem suporte para a lembran√ßa do conte√ļdo. Assim, cada mapa ficar√° com a cara de seu dono, e o trabalho ser√° muito mais prazeroso e eficiente.


Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado.