fbpx

A SALA DE AULA IDEAL

Rayona Sharpnack

 

A sala de aula dos sonhos de hoje é tudo menos uma sala de aula; ela não é limitada a uma sala de um prédio. Uma classe seria melhor descrita como um “sistema de aprendizado”. Inclui uma série de experiências, discussões e atividades que permitem que os estudantes desenvolvam sua própria educação.

Os estudantes cada vez mais irão aprender qualquer coisa que responda a fatídica questão:

No quê isso vai ser útil ou relevante na minha vida/emprego agora e no futuro?

Um bom sistema de aprendizado deve estimular os estudantes através de todos os sentidos. Dar-lhes a oportunidade de aprender através de experiências bem como de leituras. Deve se adaptar constantemente, para fazer frente às mudanças rápidas do mundo de hoje. Algumas dicas para você:

– Defina suas metas- Para construir seu sistema de aprendizado, você deve definir claramente as metas que você e sua classe devem atingir.

– Dê e receba feedback- É fundamental criar um sistema em que não apenas você informe os alunos sobre seus progressos, mas que eles também o auxiliem a melhorar suas aulas. Principalmente quando, no lugar das velhas notas, avalia-se conceitos objetivos e subjetivos. Peça a opinião deles constantemente, use programas de computador para criar gráficos de performance de alunos;

– Integre – Todo ensino e aprendizagem deve ser multisensorial, multidisciplinar e multidimensional. Por exemplo, se você quer desestimular o fumo entre seus alunos adolescentes, você pode incluir biologia (estudo do sistema respiratório), sociologia (a influência do grupo e da mídia), economia (o que aconteceria na economia se o cigarro fosse proibido? Menos dinheiro de impostos, crise em setores agro-industriais, desemprego, melhora na saúde em geral…) além das noções óbvias de saúde.

O sistema de aprendizado do século 21 deve ser projetado para que o discípulo receba o conceito certo no contexto certo, através do processo certo. E quem define o que é “certo”? Seus alunos. Eles é que dirão o que funciona melhor e pior, o que deve ser reforçado, quais as possíveis falhas no sistema. Escute-os sempre. Não se esqueça de que o que funciona agora pode estar obsoleto em seis meses.

 

Adaptado do artigo “design a classroom that works”, da norte-americana Rayona Sharpnack, fundadora e presidente do Instituto para a Liderança da Mulher (IWL – Institute for Women’s Leadership)

 

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?