fbpx

AUTOESTIMA NAS CRIANÇAS

A importância de cultivar e fomentar a auto-estima nas crianças é fundamental, para que deste modo sejam felizes consigo próprias e capazes de diariamente ultrapassar obstáculos sozinhas.
O que uma criança pensa de si própria depende, em grande parte, daquilo que as pessoas pensam dela.
Ensinar à criança que há coisas que se sabe fazer bem, e outras que se pode ter mais dificuldades, é essencial. É  normal que se depare com situações de frustração, mas é importante que tenha a noção que apesar de esperarmos sempre o seu melhor todos nós erramos e falhamos, a criança necessita de saber que nada é infalível e que ninguém é perfeito.
É importante elogiar e incentivar quando procuram fazer alguma coisa, fazendo-as perceber que tem direito de se sentirem  “importantes”, que “podem aprender”, que “conseguem” e que os adultos tem respeito por elas, ficando felizes com as suas conquistas.
Deste modo, deve-se procurar estabelecer metas realistas e adequadas à idade de cada criança. Dar oportunidade de se desenvolverem sem uma super protecção ou sem pressão. É importante que a criança viva longe de pressões.
Devemos sempre evitar dar  rótulos às crianças, essencialmente porque são muito difíceis de retirar. A criança desde que começa a entender as coisas, começa também a identificar-se com certos apelidos ou rótulos que lhe são designados, procurando em si características que justifiquem, como burro, preguiçoso, etc., neste sentido, irá crescer acreditando que é assim.
É importante que…

– Quando a criança fala consigo escute-a, ela percebe quando não a escutamos.
– Deixe-a expressar sentimentos, mesmo que sejam negativos. Evite o discurso: “Não se chora”, “Isso não é nada”, “Tem coragem”. Deixe-a falar.
– Deixe que ela tome as suas decisões, desde que adequadas.
– Trate-a sempre com respeito. Respeite o seu espaço, diga se faz favor e obrigado.
– Dê mais valor ao esforço que faz do que ao resultado que obtém.
– Procure empatia com as crianças. Quanto melhor as entendermos, melhor lidamos com elas.
-Valorize a sua opinião em temas diários, como onde ir passear, que actividade realizar, etc. Tal faz a criança sentir-se importante, auto-valorizar-se e respeitar-se a si própria.
Nunca se esqueça do impacto que tem na construção da personalidade de uma criança.
Publicada por JoiceDuarte
Psicologia da Educação
E-mail: [email protected]
Telem. 96 3489511


4
Deixe um comentário

avatar
0 Conversas
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário mais apreciado
0 Autores de comentários
Autores de comentários recentes
  Receber notificações  
mais novos mais antigos mais votados
Me notifique

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?