SOCIOLOGIA GERAL: PERGUNTAS E RESPOSTAS

RESPOSTAS

01 – Do ponto de vista de forma, a ciência se expressa como um sistema de conceitos, proposições e teorias. Como um sistema e não um mero conjunto de idéias, os conceitos proposições e teorias que fazem uma ciência são interdependentes e logicamente articulados. Ela persegue sempre o ideal de um corpo de idéias logicamente harmonizadas entre si. Seu objetivo tem como principal explicar a realidades com base na observação sistemática dos fatos. Na medida em que as explicações são merecedoras, elas podem e tendem a se transformarem da realidade.

02 – Ao contrário das explicações filosóficas das relações sociais, as explicações da Sociologia não partem simplesmente da especulação de gabinete, baseada, quando muito, na observação casual de alguns fatos. A ética social, que é uma divisão da filosofia social, estabelece o que é bom e o que é mau para a sociedade e para o homem, enquanto a Sociologia, por seu turno, não emite juízos de valor.

03 – Sem a dedução não é possível a critica do conhecimento estabelecido nem a formulação de novas idéias não estritamente derivadas da observação, necessárias ao progresso do conhecimento cientifico.

04 – Na lógica formal contemporânea, indução incompleta caracterizada essencialmente pelo caráter provável da conclusão à qual, não obstante, admite graus rigorosamente determinados de probabilidade mediante os procedimentos metódicos (estatísticos) utilizados. A indução é o método predominante, mas não exclusivo da sociologia.

05 – Ao defronta-se com a realidade, o cientista não se encontrados “desarmados” de conceitos, percebendo os fatos em sua absoluta pureza. Não parece existir uma percepção pura dos fatos em sua absoluta pureza. Consciente deste processo, o cientista deve, no entanto, procurar evitar, com os métodos e as técnicas à sua disposição, que as suas idéias superem a evidência dos fatos. Do contrario, não estará fazendo ciência. A importância da teoria para a ciência esta no fato de que a investigação cientifica da sociedade, como dos fenômenos em geral, não consiste apenas na pura observação dos fatos, mas na observação teoricamente orientada.

06 – A Sociologia estuda os valores e as normas que existem de fato na sociedade e tenta identificar e classificar as relações entre esses componentes da sociedade nem os homens e os seus atos. Não cabe à sociologia dizer como a sociedade deve ser, mas constatar e explicar como ela é. O sociólogo e só enquanto tal, esse profissional deve fazer todo esforço que lhe for possível para não permitir que os valores morais interfiram preconceituosamente na sua percepção e interpretação da realidade social.

07 – A História, embora não seja ciência no sentido estrito, é uma disciplina imprescindível á compreensão científica da organização social, pois todo fenômeno social ocorre sempre e necessariamente em um contexto histórico e, além disso, a História é sempre história de sociedades. As ciências sociais são herdeiras dos estudos históricos porque, antes do advento de uma atitude cientifico no estudo da sociedade, era a História a disciplina que se ocupava especificamente com os fenômenos sociais.

08 – Hoje, mesmo os economistas, ao menos os não estreitamente ortodoxos, estão conscientes da necessidade de compreensão dos motivos sociais não econômicos dos indivíduos, para entender os processos econômicos. Afinal das contas, não existem fronteiras entre o social e o econômico, como se costuma classificar. O social compreende muitas dimensões institucionais: a da família, a da política, a da religião, a da economia, entre outras. São todas diferentes, porém interdependentes, são todas diferentes, porém interdependentes.

09 – Sociologia: Estudo objetivo das relações que surgem e se reproduzem, especificamente, com base na coexistência de diferentes pessoas ou grupos em uma sociedade mais ampla, bem como das instituições, normas, leis e valores conscientes ou inconscientes que essas relações tendem a gerar no seio do grupo. Doutrinas Sociais: as doutrinas não se baseiam nas observações dos fatos, mas em idéias sobre como a realidade presumivelmente é, ou, principalmente como a realidade deve ser. De uma doutrina não se exige a sua demonstração pelos fatos.

10 – Os problemas sociais são do interesse do sociólogo porque são fenômenos sociais, isto é, fatos passíveis de observação e, portanto, de explicação cientifica. Problemas sociológicos, que dizer os problemas de explicação teórica do que acontece na vida social. Neste sentido, tanto o funcionamento fluente da família quanto a sua desorganização entram no campo de interesse do sociólogo.

11 – A Sociologia, porém, como todo conhecimento, nasce da própria sociedade. Assim, ela também pode refletir interesses de alguma categoria social, ter função ideológica, contrariando o ideal de objetividade da ciência. Ideologia é toda forma de conhecimento decorrente da situação social especifica de alguma categoria social e representativa dos interesses dessa categoria. Esse fenômeno resulta do inevitável paradoxo das ciências sociais; Ao contrario das ciências da natureza, as ciências da sociedade estão dentro do seu próprio objeto, pois todo conhecimento é um produto social.

12 – Uma teoria cientifica é uma explicação de algum fenômeno, ou conjunto de fenômenos, ou conjunto de fenômenos, com base na observação, direta ou indireta, dos fatos que a confirmam. O conhecimento cientifico é predominantemente indutivo, baseado na observação dos fatos, comportando, porém, o concurso da dedução quando se trata de áreas pouco ou nada investigadas, nas quais não é possível avançar senão através de hipóteses formuladas dedutivamente. De outro modo, a ciência não poderia avançar.

13 – Sociologia radical: foi difundida, sobretudo nos Estados Unidos a partir dos anos sessenta, seria supostamente comprometida com os interesses das categorias subalternas da sociedade capitalista. Sociedade conservadora: é mais que um mero instrumento de defesa dos interesses da burguesia, protegida sob o rotulo de “ciência”.

14 – Sociologia: Estudo objetivo das relações que se estabelecem, consciente ou inconscientemente, entre pessoas que vivem numa comunidade ou num grupo social, ou entre grupos sociais diferentes que vivem no seio de uma sociedade mais ampla. Ideologia: Conjunto articulado de idéias, valores, opiniões, crenças, etc., que expressam e reforçam as relações que conferem unidade a determinado grupo social (classe, partido político, seita religiosa, etc.) seja qual for o grau de consciência que disso tenham seus portadores.

15 – Se o sociólogo é motivado pelo conhecimento que possui a respeito da sociedade para engajar-se na política, este engajamento representa antes um direito que ele possui como cidadão do que uma obrigação decorrente da sua condição de sociólogo. Enfim, como bem ponderou David Berry: “(…) aqueles que procuram uma Sociologia que renuncie à busca da objetividade nos interesses de uma causa política ou outra qualquer deveriam reconhecer que é a essa causa particular que procuram servir e que a Sociologia não e pra eles.”

QUESTÕES PARA EXERCÍCIO

01 – O que faz com que o conhecimento cientifico seja diferente de outras espécies de conhecimento?

02 – Em que a Sociologia difere da filosofia social?

03 – Qual o papel da dedução na investigação científica?

04 – Por que a ciência não pode ser exclusivamente indutiva?

05 – Por que podemos afirmar que não é possível a apreensão imediata dos fatos observáveis?

06 – Por que se admite que os sociólogos devem procurar ter consciência dos seus valores?

07 – Quais as relações entre História e Sociologia?

08 – Se existe uma ciência especifica dos fenômenos econômicos, como se justifica que os sociólogos também possam estudar esses mesmos fenômenos?

09 – Qual a diferencia entre Sociologia e Doutrina Social?

10 – Qual a diferencia entre problema social e problema sociológico?

11 – Por que a Sociologia alem de ciência, pode ser também uma forma de consciência social?

12 – Por que a Sociologia pode refletir idéias não cientificas a respeito da sociedade?

13 – Por que razão não parece apropriada a distinção entre “Sociologia radical” e “Sociologia conservadora”?

14 – Quais as relações possíveis entre Sociologia e Ideologia?

15 – Qual a solução proposta por Gunna Myrdal para o problema das relações entre o trabalho dos sociólogos e os seus valores morais?

Autor:  Diêgo Rocha