PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSINO FUNDAMENTAL

Custom Search

PLANO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA



Apresentação

Atento a importância de dinamizar e otimizar o tempo e o espaço de uma instituição educacional, este trabalho visa possibilitar maior diversidade de atividades esportivas, culturais e recreativas, para assim despertar nos aluno um sentimento de satisfação e realização e dispor uma gama maior de possibilidades de lazer.

Tem- se a intenção de promover atividades esportivas, recreativas e educacionais no horários regular de aula, enfatizando o contexto educacional, lúdico e participativo, sem exigências e limitações, com a perspectiva de motivar e atingir o maior numero de aluno. Assim, demonstrar, possibilitar e desenvolver os vários benefícios físicos, cognitivos, psicomotores e sócio- afetivo.


Diagnóstico

A prática esportiva é incentivada pelos pais. Em estudo, Durand (1988), constatou que 95% dos pais mostram-se favoráveis a que seus filhos realizem atividades, 86% acreditam ter essas atividades uma importância às intelectuais. Os dados apresentados pelo autor, são ainda mais significativos ao relatarem que 67% dos entrevistados entendem que deveriam ocorrer nas escolas a prática de atividades físicas diariamente e que 99% dos pediatras consideram positivas as praticas esportivas das crianças.

Na busca de possíveis informações sobre as possíveis contribuições que a prática de atividade física, dessa forma estruturada e organizada, pode promover para o aluno, encontra-se em Matsudo (2001), uma relação de benefícios proporcionados pelas atividades realizadas em turmas de treinamento (ACD).

  • Biológicos: Diminuição da pressão arterial, controle do peso corporal, resistência física, aumento da densidade óssea e melhora da força muscular.
  • Psicológicos: Aumento da auto- estima, diminuição da depressão, redução do isolamento social, aumento do bem- estar e alivio do stress.
  • Escolares: Aumento da freqüência nas aulas, aumento da responsabilidade, redução de distúrbios de comportamento, diminuição do uso de drogas e melhora na relação com os pais.

Para Vargas Neto e Voser (2001), a aventura esportiva é uma experiência enriquecedora e insubistituível, pois o esporte fomenta nas crianças a maturidade, o crescimento e o desenvolvimento. O outro fator relatado pelos autores como contribuição das atividades é o combate à degeneração hipocinética, ao cada vez maior sedentarismo das crianças, com horas de inatividade frente a televisão, computadores, e jogo eletrônicos, atividades que podem entre outros problemas de saúde, gerar deformação na coluna vertebral ( Manné, Codina, 1992).


Objetivos Gerais

  • Desenvolvimento corporal harmônico;
  • Aquisição do controle corporal;
  • Desenvolvimento das habilidades motoras;
  • Condicionamento dos sistemas orgânicos a suprir demandas diárias e de emergência;
  • Desenvolvimento de habilidades de utilização dos movimento como instrumento de comunicação e expressão;
  • Utilização sadia das horas de lazer;
  • Aquisição de comportamentos e valores referentes ao ajustamento pessoal e social;


Objetivos Específicos

Referentes a Esquema Corporal

  • Reconhecer as possibilidades cinéticas do corpo, através de movimentos que o afetam com uma totalidade;
  • Reconhecer o corpo no seu todo e diferenciar cada uma de suas partes por meio do movimento;
  • Realizar movimentos independentes e interdependentes, com diversos segmentos do corpo;
  • Definir sua dominância lateral;

Referentes a orientação Espaço- Temporal

  • Orientar-se no espaço, discriminando localização, direção e dimensão;
  • Movimentar-se, discriminando diferentes momentos do tempo, seu curso regular e fracionamento;
  • Identificar e efetuar movimentos, discriminando as diferentes velocidades e trajetórias no deslocamento do corpo e objetos.

Referentes a Qualidades Físicas

  • Estruturar movimentos que requeiram a coordenação geral;
  • Estruturar movimentos que requeiram coordenação seletivas;
  • Equilibrar-se em deferentes situações, com ou sem deslocamento, controlando e ajustando sua postura;
  • Melhorar seu desempenho na execução de atividades que requeiram força;
  • Melhorar seu desempenho na execução de atividades que requeiram resistência;
  • Melhorar seu desempenho na execução de atividades que requeiram flexibilidade, agilidade e velocidade;
  • Adquirir controle progressivo dos movimentos que evidenciam os graus de tensão muscular.

Referentes a Expressão Corporal

  • Representar, com movimentos corporais, elementos e objetos do meio circundante;
  • Movimentar-se, adaptando-se a diferentes ritmos;
  • Expressar-se compondo a movimentação com um companheiro ou com o grupo;
  • Cria sua própria seqüência de movimentos, em atividades de respostas, vivenciando pensamentos e sentimentos;

Referentes a Recreação

  • Cooperar nas atividades em grupos;
  • Utilizar, nos movimentos de lazer, habilidades motoras adquiridas;
  • Desenvolver habilidades de modificar jogos a atividades para atender aos problemas sugeridos em relação ao espaço, material e tempo disponíveis.

Conteúdo Programático 2006

Basquetebol ( 1º bimestre)

Desporto atraente pela maneira de se jogar, o basquetebol faz com que as pessoas sintam prazer em pratica-lo.

Este modalidade esportiva permite ao praticante o desenvolvimento de habilidades no manejo de bola e potencialidades como velocidade, a força, a agilidade e a destreza. Contribui para a melhoria da resistência orgânica. O basquetebol é, sobretudo, um desporto atlético.

O basquetebol possui regras simples, facilmente assimiláveis pelos alunos. Exige constante movimentação proporciona considerável melhora na condição física do aluno. No basquetebol, a bola é jogada com as mãos, por isso esse desporto desenvolve as habilidades atléticas e permite que os alunos tenham um bom desempenho.

Além disso, por ser um desporto coletivo, com força específica de se jogar, faz com que o aluno desenvolva um bom domínio corporal.

É um jogo fácil de aprender, mas o aluno deve seguir uma boa disciplina no treinamento técnico e tático. Atenção deve ser dispensado ao jogo em conjunto para que o aluno possa perceber a necessidade de jogar coletivamente, isto é, em equipe.

Objetivos Específicos da Temporada da Basquetebol

Área Cognitiva

  • transmitir noções sobre o basquetebol;
  • conhecer regras e técnicas de basquetebol;
  • conhecer táticas do basquetebol;

Área Motora

  • executar diferentes tipos passes, condução de bola e arremesso;
  • jogar basquetebol dentro de um esquema tático ( defensivo/ ofensivo ).

Voleibol (2º bimestre)

É um desporto diferente dos outros, sendo um dos mais difíceis de ser jogado. Pela maneira de ser jogado, faz com que o aluno se concentre durante todo tempo, desenvolve rapidez de movimento e raciocínio.

Exige pouco material e espaço e é excelente recreação para jovens e crianças.

Objetivos Específicos da Temporada de Voleibol

Área Cognitiva

  • transmitir noções de voleibol;
  • conhecer técnicas, táticas, regras e penalidades do Voleibol;

Área Motora

  • jogar Voleibol de maneira técnica;
  • executar os fundamentos do Voleibol;
  • executar os fundamentos através de exercícios combinados;
  • usar a prática do Voleibol para seu prazer e integração social;
  • entender, respeitar, e interpretar as regras do Voleibol;

Futsal (3º bimestre)

Esse desporto é muito atraente, despertando interesse em todos os praticantes e atendendo assim à necessidade de competição e lazer.

Por ser uma atividade intensa, desenvolvida numa quadra com espaços menores do que o campo de futebol, exige uma preparação muito eficiência na parte técnica e tática, já que nesse desporto a velocidade, a precisão e a decisão nas jogadas interferem diretamente no resultado da partida.

Objetivos Específicos da Temporada de Futsal

Área Cognitiva

  • transmitir noções sobre futsal;
  • conhecer técnicas e táticas do futsal;
  • conhecer regras e penalidades do futsal;

Área Motora

  • jogar futsal;
  • realizar os fundamentos do Futsal;
  • reconhecer a tática do Futsal e saber organizar uma equipe em quadra;
  • entender, respeitar e interpretar regras de Futsal;
  • saber aplicar as penalidades do Futsal.

Handebol (4º bimestre)

Desporto atraente pela maneira de se jogar, o Handebol faz com que as pessoas sintam prazer em pratica-lo.

Muito parecido com o Futebol, o Handebol permite ao praticante o desenvolvimento de habilidades no manejo de bola e potencialidades como velocidade, a força, a agilidade e a destreza. Contribui para a melhoria da resistência orgânica. O Handebol é, sobretudo, um desporto atlético.

O Handebol possui regras simples, facilmente assimiláveis pelos alunos. Exige constante movimentação proporciona considerável melhora na condição física do aluno. No Handebol, a bola é jogada com as mãos, por isso esse desporto desenvolve as habilidades atléticas e permite que os alunos tenham um bom desempenho.

Além disso, por ser um desporto coletivo, com força específica de se jogar, faz com que o aluno desenvolva um bom domínio corporal.

É um jogo fácil de aprender, mas o aluno deve seguir uma boa disciplina no treinamento técnico e tático. Atenção deve ser dispensado ao jogo em conjunto para que o aluno possa perceber a necessidade de jogar coletivamente, isto é, em equipe.

Objetivos Específicos da Temporada da Handebol

Área Cognitiva

  • transmitir noções sobre o handebol;
  • conhecer regras e técnicas de handebol;
  • conhecer táticas do handebol;

Área Motora

  • executar diferentes tipos passes, condução de bola e arremesso;
  • jogar Handebol dentro de um esquema tático ( defensivo/ ofensivo ).


Considerações

Como meio de educação e fonte de ricas experiências individuais e grupais, com inúmeras atividades que possibilitam o desenvolvimento das qualidades necessárias ao bem estar do ser humano, a Educação Física necessita seguir um planejamento seqüenciado que atinja o interesse e as reais necessidades das comunidades escolares.

Para que isso seja produtivo do ponto de vista produtivo para o desenvolvimento da criança e jovens, em termos educacionais, de saúde e sociais, assim como da realização profissional de que trabalha e dos órgãos

Educacionais que nelas investem, é fundamental que a Educação Física esteja organizada numa estrutura, com divisões de responsabilidades e funções.

A estrutura e o planejamento ideal para a realidade nacional, com objetivos atingidas devem ser procurados a cada etapa do progresso, aperfeiçoando-os sempre, para que possamos ter progressivamente mais crianças e jovens praticando atividades físicas saudáveis.

Autor: MARCELO DOS SANTOS ALOISE

SALVE ESTA MATÉRIA!

Deixe uma resposta