fbpx

SERÁ QUE SOMOS REALISTAS?

Leia livros sobre este assunto

Será que somos realistas?

Antes de colocar esta imagem…pensei associar a este artigo um vídeo…mais um, daquelas centenas de vídeos com imagens degradantes e avassaladoras da realidade que existe em África. Desisti, foi de tal modo doloroso como sempre o é, que achei que não seria necessário compartilhar convosco mais um vídeo desses, que certamente todos vós já viram, mais que uma vez, não estou aqui para chocar, nem dar lições de moral a ninguém, quero com isto simplesmente alertar.
Sei o quanto custa visionar aquelas imagens tão deprimentes, que apesar de tão reais por vezes parecem irreais e cruéis de mais, imagino-as distantes, mas em pensamento estão tão perto e são tão fortes que chegamos a senti-las. Passado uma hora de as vermos esquecemos que existem e seguimos com a nossa vida. Assim tem de ser, todos temos a noção que infelizmente não há muito que possamos fazer…mas se conseguirmos diariamente aprender com estas imagens e valorizar-mos aquilo que temos  acho que vale a pena referir que devemos lutar sempre…ser positivos, felizes com tudo o que possuímos…fazer o bem com os que nos estão tão próximos.
Sem esquecer que as crianças de hoje são os adultos de amanhã, os comportamentos aprendidos na sua maioria serão replicados…sendo assim vamos educar pelo melhor com os melhores valores para que no futuro tenhamos uma sociedade feliz e equilibrada…se possível.

Antes de colocar esta imagem…pensei associar a este artigo um vídeo…mais um, daquelas centenas de vídeos com imagens degradantes e avassaladoras da realidade que existe em África. Desisti, foi de tal modo doloroso como sempre o é, que achei que não seria necessário compartilhar convosco mais um vídeo desses, que certamente todos vós já viram, mais que uma vez, não estou aqui para chocar, nem dar lições de moral a ninguém, quero com isto simplesmente alertar.Sei o quanto custa visionar aquelas imagens tão deprimentes, que apesar de tão reais por vezes parecem irreais e cruéis de mais, imagino-as distantes, mas em pensamento estão tão perto e são tão fortes que chegamos a senti-las. Passado uma hora de as vermos esquecemos que existem e seguimos com a nossa vida.

Assim tem de ser, todos temos a noção que infelizmente não há muito que possamos fazer…mas se conseguirmos diariamente aprender com estas imagens e valorizar-mos aquilo que temos  acho que vale a pena referir que devemos lutar sempre…ser positivos, felizes com tudo o que possuímos…fazer o bem com os que nos estão tão próximos.Sem esquecer que as crianças de hoje são os adultos de amanhã, os comportamentos aprendidos na sua maioria serão replicados…sendo assim vamos educar pelo melhor com os melhores valores para que no futuro tenhamos uma sociedade feliz e equilibrada…se possível.

Psicologia da Educação

E-mail: [email protected]
Telem. 96 3489511

http://caapsicologia.blogspot.com/2010_12_01_archive.html

O que você achou do texto acima? Gostou? Acha que pode ser útil pra mais alguém?

Se sim, eu gostaria de te pedir encarecidamente que compartilhasse, além de transmitir a informação, você ajuda no crescimento do nosso site! 😘

Kit Acelera ABC

Comentários

É muito importante saber a sua opinião. Adoramos quando você comenta, pois assim sabemos quais os rumos que devemos seguir através dos nossos artigos. Tudo o que você sugere ou comenta é avaliado para somar ao conteúdo que desenvolvemos.

Deixe uma opinião sobre o que achou do texto acima.

4 respostas para “SERÁ QUE SOMOS REALISTAS?”

  1. Olá querida Soraya…
    bem, agradeço por ter nos poupado desse tal vídeo, não tão distante da realidade das nossas crianças, jovens e adultos também abandonados por aqui mesmo em nosso país…
    Só posso concordar com você que não podemos fazer muita coisa para reverter essa situação, mas o pouco que fazemos pode sim significar uma grande mudança na vida dessas pessoas, basta que o gesto seja sincero…
    Smacks no coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiu artigo novo! em 24/05/2020
Cartilha Infantil Cartilhas: das Cartas aos Livros de Alfabetização