fbpx

QUESTÃO SOCIAL É UMA DAS PROBLEMÁTICAS: A VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTIL

Leia livros sobre este assunto

Questão social é umas das problemáticas sociais: a violência sexual infantil


São diversos fatores que colaboram para o crescimento da violência, e alguns desses principais fatores são: a falta de emprego, educação e moradia. As condições do Brasil estão cada vez mais precárias, a violência aumenta a cada dia, o País precisa de soluções de emergência, soluções essas, que devem ser elaboradas pelos os profissionais do Serviço Social.

A violência doméstica cresceu muito nesses últimos anos, principalmente quando se trata de agressões contra crianças e adolescentes. Uma das principais questões que enfrentamos hoje é a pratica do estupro dentro do próprio ambiente familiar.

Geralmente, essa pratica é feita por alguém da família dessa criança, que mora na mesma casa ou não, mais que tem algum vinculo com essa criança.

Quase todos os dia assistimos nos jornais casos de estupro, pai que estupra filha e ainda a engravida, e há muitas mães que não acreditam na versão dos filhos,preferem acreditar na versão do marido.há muitos casos também de crianças que são molestadas pelos padrastos,tios,irmãos,primos,madrastas ou até mesmo a própria mãe.

A criança tem certo medo de denunciar os abusos sofridos, até porque muitas vezes a própria mãe não dar atenção pro que lhe foi dito, o que cria um receio ainda maior. Sendo assim muitas vezes a criança por não se sentir protegida, ser deixam levar pelo medo, ocultando assim a verdade. Somente quando o problema se agrava mais, o segredo é descoberto, é quando se descobre uma gravidez indesejada, ou quando a denúncia é feita por outras pessoas que direto ou indiretamente participam do meio familiar ou convivem com essa criança.

Em Alagoinhas cidade que fica no Recife, uma menina de apenas nove anos, foi estuprada pelo padrasto, que a engravidou de gêmeos, nem se passava pela cabeça da mãe, que o seu marido mantia relação sexual com a criança desde seis anos de idade, e até então não havia notado nada de estranho na filha, o abuso só foi descoberto quando a criança sentia fortes dores, e ai então veio à tona a gravidez.

A criança teve que se submeter a um aborto, o que gerou uma polêmica muito grande. A igreja católica tentou de todas as formas de impedirem o ato, mais a criança não resistiria a essa gravidez, por isso a medida de emergência foi feita.

O padrasto conta que abusou também da irmã da vitima, que por sua vez também é menor de idade, a mesma possui 14 anos. A pergunta é será mesmo que nada disso era percebido pela mãe das vitimas???

Devemos analisar que a mãe talvez tenha percebido algo de diferente,um abuso que já fazia 3 anos,será que descobriu e resolveu ficar calada

O psicológico de uma criança ou adolescente, que cresce com sequelas de um estupro, ou até mesmo de uma gravidez indesejada, essa criança poderá mudar totalmente o seu comportamento, tornando-se uma pessoa:

· Depressiva
· Ficando c/Lesões físicas
· Sem vontade de ter relação sexual
· Com vontade de Cometer suicídio
· Que se autodesvaloriza
· Com medo de ser excluída por algum grupo
· Usuária de drogas
· Agressiva
· Que abandona o seu próprio lar
· Que por ter sido estuprada, vinda a vender o seu próprio corpo.
· Com pouco desempenho intelectual
· Que opta em ser homossexual, para assim não ter relações com pessoas do sexo oposto.
· Torna-se vitima muitas vezes de preconceitos
· Doente mental
· Sem nenhuma expectativa de vida, por viver só entorno do passado cruel que teve.

Esses são alguns dos diversos problemas a serem encarados por essa criança que foi terrivelmente estuprada.

Infelizmente o mundo está cheio de pessoas desse gênero, que praticam maldades contra crianças indefesas, e está cheio também de pessoas que aceitam esse tipo de abuso dentro de sua própria casa.

Conclusão:

Então podemos dizer que a violência sexual infantil, é algo bastante preocupante, e que os pais precisam observar mais o comportamento dos filhos, e procurar ser mais próximo deles,mantendo sempre um bom dialogo,buscando saber mais das necessidades de seus filhos, a mãe precisa ter uma aproximação maior, e assim tentar evitar que a criança em caso de abuso, não se sinta retraída em falar a verdade pros pais ou até mesmo buscar ajuda de algum parente ou pessoa próxima da família, pois ao confessar que sofreu algum tipo de abuso, os pais ou outra pessoa responsável pela criança poderão denunciar o abuso às autoridades competentes.

Autor: cintia janúario de matos

O que você achou do texto acima? Gostou? Acha que pode ser útil pra mais alguém?

Se sim, eu gostaria de te pedir encarecidamente que compartilhasse, além de transmitir a informação, você ajuda no crescimento do nosso site! 😘

Kit Acelera ABC

Comentários

É muito importante saber a sua opinião. Adoramos quando você comenta, pois assim sabemos quais os rumos que devemos seguir através dos nossos artigos. Tudo o que você sugere ou comenta é avaliado para somar ao conteúdo que desenvolvemos.

Deixe uma opinião sobre o que achou do texto acima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiu artigo novo! em 10/07/2020
OS DESAFIOS DA ALFABETIZAÇÃO NA FASE I DO ENSINO FUNDAMENTAL