fbpx

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE TAMBÉM É EDUCAR PARA VIDA

MEL!!!

Assim todos a chamam, Mel…
Falo de Vitória, de nossa terra querida que um dia foi cercada por diversas belezas naturais.
Você ainda vê tanta beleza? Onde?
Frustra-me em saber que o próprio homem que se diz pensante, dispôs a destruir tudo que a mãe natureza nos proporcionou.
O ecossistema marinho, riquíssimo em vidas; vidas que foram precocemente interrompidas nas malhas finas de uma rede tecida pelas mãos de pessoas que só pensam no hoje, e o amanhã?
O poder manda, o rico tem a fome saciada, e o pobre, coitado! Fica a mercê da sorte e das sobras.
Das restingas, lembram-se? Restinga só sobrou o nome, pois o bicho homem invadiu, destruiu e construiu casas luxuosas à beira da praia. Cadê a fauna? Agora é tão pouca que temos que procurar muito ou quem sabe, se tivermos sorte, poderemos encontrar algumas espécies presas em servindo de modelos vivos para o retrato da destruição que não finda.
E, para nos deixarem ainda mais angustiados, onde foram parar nossa Mata Atlântica que um dia existiu? Hoje convivemos com apenas uma fatia de tudo que representou no passado e as espécimes que lá habitavam muitas hoje, empalhadas, habitam os corredores de museus, ou simplesmente tornaram-se memória: retrato na parede.
Será que alguém imaginou que com toda essa agressão a natureza reagiria pacificamente? Claro que não! A prova de sua declarada tristeza está, não só na ameaça de extinção de alguns animais, mas também nos seus rios poluídos, nos manguezais que agora viraram quase terra firme, tornando-se palco da miséria, fome, violência…
Se parássemos para refletir e assim respeitarmos as leis da natureza, não infringindo seu código, quem sabe um dia… Se o criador conscientizar a criatura, quem sabe tudo volte água limpa, Mangue, Restinga, Mata Atlântica, Mel, Vitória… Espíritos Santo… Santo… Santo Mel.

Deixe um comentário