fbpx

Plano de aula: Animais em risco de extinção no Brasil

PÚBLICO ALVO: 4º ano Ensino Fundamental I.

Conteúdo

Animais em extinção, conhecendo e preservando.

Objetivo

  • Identificar animais em risco de extinção.
  • Discutir a importância da biodiversidade da fauna para o meio ambiente.
  • Compreender as causas que levam a extinção de um animal.
  • Discutir estratégias para a preservação de espécies em risco de extinção;

Desenvolvimento metodológico

1º – Entregar os textos para os alunos e solicitar, em um primeiro momento, que os mesmos façam uma leitura silenciosa e individual. Em seguida propor uma leitura em voz alta coletiva.

Animais em Extinção no Brasil

O Brasil é considerado um dos países mais ricos em biodiversidade. Contudo, existem animais presentes nas regiões brasileiras que podem ser extintos em poucas décadas. Conheça alguns dos animais do Brasil que estão ameaçados de extinção:

Ararajuba

Também conhecida como Guaruba, essa ave verde e amarela, existe somente na Amazônia e vem sofrendo com o tráfico e o desmatamento do bioma. (Espécie vulnerável)

Ararajuba (animal em extinção)
Ararajuba (animal em extinção)

Arara-azul

Encontrada na Amazônia, no Pantanal e em mais sete estados a arara-azul enfrenta problemas como o tráfico de animais, caça ilegal e o desmatamento de seu habitat. Suas penas possuem grande valor no mercado internacional.

Outra espécie, a arara-azul-de-lear, habita o nordeste da Bahia e estima-se que haja apenas 228 animais em idade reprodutiva. (Espécie vulnerável e arara-azul-de-lear em perigo)

Arara-azul (animal em extinção)
Arara-azul (animal em extinção)

Ariranha

Encontrada no Pantanal e na Amazônia, a ariranha, também conhecida como lobo do rio ou lontra gigante também tem sofrido.

Pesca predatória, caça ilegal e a poluição dos rios (principalmente a contaminação por mercúrio) são as maiores ameaças. (Espécie vulnerável)

Ariranha (animal em extinção)
Ariranha (animal em extinção)

Baleia-franca-do-sul

Também conhecida como baleia-franca-austral, essa baleia, encontrada no litoral brasileiro, vem sofrendo com a caça, pesca, bem como a poluição das águas.

Na época de ter os filhotes, as mães buscam águas mais quentes e rasas para darem à luz. (Espécie em perigo)

Baleia-franca-do-sul (animal em extinção)
Baleia-franca-do-sul (animal em extinção)

Cervo-do-Pantanal

É o maior cervídeo da América da Sul. Além de ser encontrado no Pantanal, esta espécie vive também nos biomas da Amazônia e do Cerrado.

Saiba mais sobre os Animais do Cerrado.

O desmatamento e a caça ilegal são ameaças, além da construção de hidrelétricas na bacia do Rio Paraná. Estas têm contribuído para a grande redução da espécie. (Espécie vulnerável)

Cervo-do-pantanal (animal em extinção)
Cervo-do-pantanal (animal em extinção)

Gato-maracajá

Esse gato das florestas sofreu durante décadas com a caça para a venda de sua pele.

Atualmente, o desmatamento é o maior problema enfrentado pela espécies uma vez que causou a destruição de seu habitat natural. (Espécie vulnerável)

Gato-maracajá (animal em extinção)
Gato-maracajá (animal em extinção)

Lobo-guará

O Lobo-Guará é encontrado no Cerrado, no Pantanal e nos Pampas. Esse animal é considerado o maior mamífero canídeo nativo da América do Sul.

A espécie enfrenta grandes problemas devido ao desmatamento de seu habitat. (Espécie vulnerável)

Saiba mais sobre os Animais do Pampa.

Lobo-guará (animal em extinção)
Lobo-guará (animal em extinção)

Macaco-aranha

Encontrado principalmente na Amazônia, esse macaco enfrenta problemas como o desmatamento de seu habitat, caça ilegal e o tráfico de animais.

Macaco-aranha (animal em extinção)
Macaco-aranha (animal em extinção)

Principais causas da extinção de espécies no Brasil

Muitas são as causas do desaparecimento das espécies. Os principais exemplos (para citar apenas alguns) são: o tráfico de animais, o desmatamento, as queimadas, a construção de hidrelétricas, a caça predatória, a poluição.

Tais fatores afetam diretamente os animais ou o seu habitat, reduzindo suas chances de sobrevivência.

Segundo estudos, o Brasil lidera o ranking de espécies de aves em extinção sendo a Indonésia o segundo país.

A União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), criou em 1963 um inventário para sistematizar o estado de conservação das espécies biológicas ameaçadas. Na lista estão animais, plantas, fungos e protistas.

Dessa maneira, a “Lista Vermelha da IUCN” (IUCN Red List), como é conhecida, divide-se em três grandes categorias compostas de subcategorias:

  • Extinto: extinto, extinto da natureza;
  • Ameaçada: criticamente em perigo, em perigo, vulnerável;
  • Baixo risco: dependente de conservação, quase ameaçada, pouco preocupante.

O Instituto Chico Mendes (ICMBio) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulgaram em 2014 uma lista oficial.

Segundo a mesma, 1173 espécies animais correm risco de extinção, sem mencionar aqueles que já foram extintos, como a arara-azul-pequena e o minhocuçu.

2º – Depois de feita a leitura dos textos, fazer um debate sobre o tema abordado, discutindo a importância da biodiversidade da fauna para o meio ambiente e as estratégias para a preservação de espécies em risco de extinção.

3º – O professor irá dividir a sala em grupos de, no máximo, 5 alunos, para a confecção de cartazes sobre o tema em questão. (O professor disponibilizará aos alunos revistas, jornais, cola, régua, tesoura sem ponta, fita crepe e outros materiais para a realização dessa atividade.)

4º – Passar o filme “Tainá 1”, em que o assunto animais em extinção é abordado.

Avaliação 

 Será feita através da observação das atividades realizadas pelos alunos.

2 comentários em “Plano de aula: Animais em risco de extinção no Brasil”

  1. Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?

Deixe um comentário