PEA: TEMPOS E ESPAÇOS QUE GARANTEM OS DIREITOS DAS CRIANÇAS

Leia livros sobre este assunto no IndicaLivros.com


Anúncio
PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO:
 “Tempos  e Espaços que garantem os direitos das crianças”

JUSTIFICATIVA E ARTICULAÇÃO COM O PROJETO PEDAGÓGICO

 Com a evolução das pesquisas cientificas sobre o desenvolvimento infantil, as quais apontam a enorme importância dos primeiros anos de vida para os desenvolvimentos físicos, cognitivos, afetivos e sociais dos seres humanos, a equipe  educadora percebendo as demandas necessárias para um atendimento de qualidade, vem de forma sistemática buscando através da formação em serviço e continuada aprimorar nossos fazeres pedagógicos em uma perspectiva critico –reflexiva (Shown, Dewey, Alarcão).
Após fazer um diagnóstico dos saberes da equipe docente, a leitura dos objetivos gerais do  Projeto Político Pedagógico e as avaliações institucionais do último ano, juntamente com o corpo docente elegemos a gestão de tempos e espaços  como foco de formação  por permear todos os campos de experiências propostos nas Orientações curriculares: Expectativas de aprendizagem e Orientações Didáticas .

OBJETIVOS

Resultados Esperados / Metas

Qualificar a prática a partir da reflexão sobre a gestão de sala de aula
Buscar uma maior coesão entre as intenções e as ações docentes;
Subsidiar a análise dos processos de aprendizagem;
Instrumentalizar no re – planejamento das ações educativas;
Perceber as possibilidades e potencialidades de cada criança
Pensar e re-planejar suas ações, intervenções e novos focos de observação e registro,
Instrumentalizar os educadores no uso de novas tecnologias como recurso de observação, registro e reflexão.
Construir uma cultura de formação na perspectiva mais critica e mais reflexiva.
Consolidar o fazer pedagógicos embasados em teorias.

DESCRIÇÃO DAS FASES / ETAPAS: CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO / AVALIAÇÃO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Fases /  Etapas : Cronograma de
execução e avaliação
Conteúdos formativos
Referências Bibliográficas
Março
  • Apresentação do conteúdo
  • Cuidar e educar como sinônimos indissociáveis;
  • Rotina na educação infantil
Abril
  • Rotina na educação infantil
  • Analise de rotina
  • Elaboração de rotina no CEI
  • Gestão de Tempos e espaços
Ø      Um prato cheio de aprendizagens – Momento de Alimentação
Maio / junho
  • Modalidades organizativas do brincar
Ø      Cantos de atividades diversificadas;
Ø      Inventário de cantos
  • Expressividades artísticas
Julho / Agosto
  • Práticas de leitura na creche
Ø      Roda de leitura
Ø      Roda de narração
Ø      Roda de manuseio
Ø      Roda de conversa
Ø      Reconto
 Setembro/ Outubro
  • Modalidades organizativas;
Ø      Atividades permanentes;
Ø      Atividades ocasionais
Ø      Seqüência didática
Novembro/ Dezembro
  • Parceria escola e Família;
  • Registro na Educação Infantil
  • Avaliação na educação Infantil

Adaptação e Acolhimento na Ed. Infantil

  • Cuidar e educar como sinônimo indissociaveis;
  • Rotina na educação infantil;
  • Gestão de Tempos e espaços na educação infantil:
  • Práticas de leitura na creche
  • Modalidades Organizativas do Brincar:
§         Dirigido:
§          Cantos de atividades diversificadas
§          Circuitos
  • Expressividades artísticas;
  • Modalidades organizativas;
o       Atividades permanentes;
o       Atividades ocasionais
o       Seqüência didática
  • Registro na Educação Infantil
  • Parceria escola e Família;
  • Avaliação na educação Infantil
  • Adaptação e Acolhimento na Ed. Infantil.
SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação.Orientações Curriculares Expectativas de Aprendizagens e Orientações Didáticas para Educação infantil. Secretaria Municipal de Educação. São Paulo:  SME/DOT 2007.
SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação.Tempos e espaços para a infância e suas linguagens nos CEIS, Creches e EMEIS da cidade de São Paulo. Secretaria Municipal de Educação São Paulo: SME/DOT – Educação Infantil, 2006.
SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. A Rede em rede: a formação continuada na Educação Infantil. Secretaria Municipal de Educação São Paulo: SME/DOT 2007.
SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. São Paulo é uma escola -Manual de Brincadeiras. Secretaria Municipal de Educação São Paulo: SME/DOT 2007.
Artigo: “Muitos mundos numa únicasala.” de Adriana Klisys – Revista Avisalá
-Secretaria Municipal de Educação São Paulo: SME/DOT 2011  Vídeo:Leitura para bebês (13 minutos: 40).- Projeto Entorno.
Artigo “Era uma vez para crianças pequenas” de Bresciane, Ana Lúcia. Revista Avisalá.edição nº 27 de 2006.
Artigo: Uma pirueta, duas piruetas – Bresciane, Ana Lúcia
RAMOS, Janaina Silmara Silva de.ROTINA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: SABERES DOCENTES – Departamento de Educação – UFRN.
Importância especial ao sub titulo do texto:ORGANIZAÇÃO DO TEMPO PEDAGÓGICO: A rotina na Educação Infantil. (pág. 5 até a 10)
Artigo:” Um cuidado inerente ao projeto educativo da instituição e um indicador de qualidade do serviço prestado pela instituição” de Cisele Ortiz.
Lerner, Délia- Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário.Artmed 2002
Brasil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretária de Educação Fundamental.Referencial Curricular Nacional paraEducação Infantil/Ministério da Educação e do Desporto. Secretária de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1998. 3v.: il
Volume 1: Introdução;
Volume 2: Formação Pessoal e social
Volume 3: Conhecimento de Mundo
Zabalza, Miguel A.Qualidade em Educação Infantil/ Miguel A. Zabalza; Tradução Beatriz Affonso Neves. – Porto Alegre: Artmes, 1998.
Artigos dasRevistas: Avisa LáPátio Educação e Nova escola


PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

§         Problematização de práticas;
§         Analise de bons modelos;
§         Situações homólogas;
§         Análise de registro e devolutivas
§         Análise de situação educativa
§         Leitura individual e em pequenos grupos
§         Reflexão e discussão sobre o texto
§         Sistematização material analisado
§         Leitura compartilhada

ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO: CONTÍNUA E FINAL

Periodicidade, indicadores e instrumentos para registro do processo e aferição dos resultados

Periodicidade: contínua, sendo:
Mensal: considerando e indicando possíveis contribuições à prática
Semestral: considerando adequação e /ou reestruturação necessária
Final: feita por todos os participantes e equipe escolar indicando objetivos alcançados e a continuidade ou não para o ano seguinte.
Instrumentos:
Relatório: individual, em grupo e das equipes.
Registros elaborados durante o desenvolvimento do projeto
Documentação pedagógica: Artigos, vídeos, mostras.

Carregando comentários...

Assine nossa Newsletter

Assine nossa newsletter
e fique antenado sobre tudo o que acontece no Pedagogia ao Pé da Letra


Quero Assinar Agora Mesmo!