fbpx

Mulheres que fizeram história na literatura

O dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, é uma data muito importante, não apenas para as mulheres, mas para o mundo. Esta data marca mais de um século de movimentos pela emancipação das mulheres. Foi nesse dia, em 1857, que operárias fizeram marcha em Nova York por redução da jornada e igualdade salarial entre homens e mulheres. Parte dos relatos dá conta de que elas foram trancadas e queimadas após o movimento. Em 1917, na mesma data, trabalhadoras de Petrogrado fizeram greve às vésperas da Revolução Russa. 8 de março, portanto, é um dia que não pode ser passado em branco. E para homenagem as mulheres brasileiras, vamos falar um pouco sobre escritoras que fizeram história na nossa literatura.
A cearense Raquel de Queiroz foi uma tradutora, romancista, escritora e importante dramaturga brasileira. Autora de destaque na ficção social nordestina. Foi primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras. E em 1993, foi a primeira mulher galardoada com o Prêmio Camões, equivalente ao Nobel, na língua portuguesa.
Cecília Meireles, carioca da Tijuca, é uma das grandes escritoras da literatura brasileira. Seus poemas encantam os leitores de todas as idades. No ano de 1939, Cecília publicou o livro Viagem. A beleza das poesias trouxe-lhe um grande reconhecimento dos leitores e também dos acadêmicos da área de literatura. Com este livro, ganhou o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.
Clarice Lispector, nascida Haia Pinkhasovna Lispector, foi uma escritora e jornalista brasileira, nascida na Ucrânia e naturalizada brasileira. Em dezembro de 1943, publicou seu primeiro romance, Perto do Coração Selvagem, escrito quando tinha 19 anos. A obra de Clarice ultrapassa qualquer tentativa de classificação. A escritora e filósofa francesa Hélène Cixous vai ao ponto de dizer que há uma literatura brasileira A.C. (Antes da Clarice) e D.C. (Depois da Clarice).
A escritora Ruth Rocha é paulista e começou a escrever em 1967, para a revista Claudia, artigos sobre educação. Participou da criação da revista Recreio, da Editora Abril, onde teve suas primeiras histórias publicadas a partir de 1969. “Romeu e Julieta”, “Meu Amigo Ventinho”, “Catapimba e Sua Turma”, “O Dono da Bola”, “Teresinha e Gabriela” estão entre seus primeiros textos de ficção. Ainda na Abril, foi editora, redatora e diretora da Divisão de Infanto-Juvenis. Publicou seu primeiro livro, “Palavras Muitas Palavras”, em 1976, e desde então já teve mais de 130 títulos publicados, entre livros de ficção, didáticos, paradidáticos e um dicionário. As histórias de Ruth Rocha estão espalhadas pelo mundo, traduzidas em mais de 25 idiomas.
Fonte: http://www.bloguito.com.br/mulheres-que-fizeram-historia-na-literatura.

http://jovempan.uol.com.br/videos/xico-sa-exalta-mulheres-e-diz-que-homem-e-preguicoso-64361,1,0

http://jovempan.uol.com.br/videos/xico-sa-exalta-mulheres-e-diz-que-homem-e-preguicoso-64361,1,0#.T1lI8ggoj_c.blogger

Deixe um comentário