fbpx

LIVRO: MENINA NINA – ZIRALDO

“A narrativa se inicia no dia em que Nina nasceu e com a alegria de sua avó com sua chegada. A partir daí, em linguagem simples, mas bastante poética, Ziraldo envolve o leitor na história, utilizando acontecimentos diários, aparentemente banais, mas que atestam a participação da avó de Nina em sua vida, e a admiração da neta por ela: Eu já sei o que vou ser quando crescer. Vou ser você, Vó Vivi. A narrativa vai sendo conduzida de forma leve e alegre, até que surge a dor. Através da morte da avó de Nina e dos questionamentos da neta na tentativa de entender o acontecimento, ocorre, então, uma nítida mudança de ritmo tornando o texto denso. Depois do momento de tensão pelo sofrimento de Nina perante a morte da avó, o autor apresenta a Nina e ao leitor duas razões que explicam o não-chorar. Ziraldo conclui a história com maestria na forma de encarar a morte, não se atendo a uma interpretação religiosa específica, mas sempre trazendo uma esperança para os que ficam”.

 

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?