Garrafa sensorial

Leia livros sobre este assunto

PUBLICIDADE

Garrafa sensorialGarrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial

Garrafa sensorial-  feita de garrafa pet transparente, do tamanho que se desejar, preenchidas com objetos que despertem a curiosidade da criança, que despertem o desejo de observação, de cor, movimento, forma, em seu interior, quando misturados à agua, forem sacudidas e produzirem algum efeito. Normalmente se usa contas coloridas, figuras simples em e.v.a, glitter, estrelas e lantejoulas, bolinhas de silicone, água, anilina de todas as cores para que cada garrafa tenha um efeito ou uma cor. As crianças maiores podem participar na hora de enchê-las, cuidado apenas para que não coloquem os materiais na boca.
Você pode escolher temas para cada garrafa. Ex.: Fundo do mar , céu , formas geométricas,  meninas, meninos, animais, vogais…  Use cola de secagem rápida na tampa da garrafa ou aperte bastante até sentir que nenhuma criança poderá abri-la , passe fita adesiva ao redor da tampa e pronto!
Nestas foram utilizadas anilina amarela, bolinhas de silicone azul, continhas pretas, estrelinhas, glitter dourado, peixinhos e polvo de emborrachado (e.v.a)
Garrafa sensorial

Para Montessori, a criança é um “explorador sensorial“. Por isso é normal que a criança experimente o mundo ao seu redor com os cinco sentidos.

Seguindo essa linha de pensamento, o método Montessori motiva a realização de atividades lúdicas para o desenvolvimento sensorial das crianças. Dentre as atividades educativas sensoriais têm-se as garrafas sensoriais para bebês – essas garrafas sensoriais são brinquedos artesanais que tem o objetivo de explorar a coordenação motora, a concentração e a percepção visual, sonora e tátil dos bebês.

Indicadas para os bebês de 06 a 12 meses, a utilização das garrafas sensoriais resulta numa brincadeira bem interessante. Elas proporcionam uma descoberta incrível para o bebê e são capazes de prender a atenção dos pequeninos por um bom tempo (mais de 20 minutos). É lindo de ver o sorriso deles manuseando as garrafas, descobrindo as cores e percebendo os movimentos.

O resultado é incrível! Experimente e Observe!

PUBLICIDADE

É bem simples de fazer:

Junte garrafas plásticas transparentes, selecione materiais de diferentes naturezas que despertem a curiosidade e o desejo de observação do bebê e preencha as garrafas com esses materiais para obter resultados diversos e efeitos interessantes.

Você pode pensar em garrafas que estimulem a visão (com materiais coloridos) e a audição (como materiais que emitem sons).

Materiais que você pode colocar nas garrafas sensoriais:

Grãos de feijão ou de milho, bolinhas de lã, água com glitter, lantejoulas coloridas, botões coloridos, pedaços de papel laminado, retalhos de tecido, miçangas diversas, água com corante de alimentos, guizos de metal, pedacinhos coloridos de EVA, canudos cortados, bolinhas de isopor, estrelinhas coloridas. – Na verdade, há uma infinidade de materiais possíveis para serem colocados nas garrafas sensoriais, seja criativo e faça as experiências

Garrafas sensoriais são garrafas plásticas, em diferentes tamanhos e cores, preenchidas com objetos que despertem a curiosidade da criança, que despertem o desejo de observação, de cor, movimento, forma, em seu interior, quando misturados à agua, forem sacudidas e produzirem algum efeito.

Por que o termo sensorial? Relativo ao sensório, às sensações, aos sentidos. “O sistema sensorial é um conjunto de órgãos dotados de células especiais chamadas de receptores. Através dos receptores, o indivíduo capta estímulos e informações do ambiente que o cerca e do seu próprio corpo. Os estímulos são transmitidos na forma de impulsos elétricos até o sistema nervoso central. Por sua vez, o sistema nervoso central processa as informações, traduzindo-as em sensações e gerando respostas.” (Uol Educação)

Não é apenas utilizar mecânico dos sentidos. Ou seja, “Ah, que bom, vamos desenvolver visão e tato, talvez audição”. Não se trata disso, vai muito além! As mudanças observadas ao mexer a garrafa, o interesse despertado, a alegria de perceber movimento e acomodação nos objetos, de acordo com o estado de descanso ou “sacolejos” dados pela criança. É o despertar da criatividade, de um estágio de observação intenso de nuances, cores, formas, transformações.

Dicas para a confecção das Garrafas Sensoriais

  • Escolha o tamanho de acordo com a faixa etária;
  • É importante que as garrafas sejam transparentes;
  • Escolha garrafas com plástico mais grosso. As finas podem amassar com facilidade e até mesmo rasgar.
  • Não faça garrafas pesadas demais e não se esqueça de deixar espaço para que os elementos se movimentem.
  • Materiais que podem ser utilizados: Pontas de lápis coloridas, glitter, estrela, lantejoulas, água, sabão, tintas de todas as cores, pedaços de eva, pedrinhas, grãos. Observem alguns modelos abaixo.
  • Se for preenchida sem água, pode-se utilizar com diversos objetos que produzam diversos sons. (Auditivo)


Principais Estímulos

  • Visão, tato e audição. Usar diferentes materiais permite uma fantástica exploração sensorial.
  • Coordenação motora. Controlar os movimentos das garrafinhas cheias exercita a coordenação.
  • Concentração. Explorar as surpresas de cada garrafa estimula a atenção da criança.


Segurança

  • Não esqueça: cole a tampa e passe fita adesiva ao redor para evitar que se abram durante a brincadeira.
  • Lave a garrafa por fora, pois crianças pequenas costumam colocar na boca.
  • Caso a garrafa quebre ou abra, muita atenção para que a criança não coloque o conteúdo na boca.
  • Ao pendurar as garrafas cuide para que não empurrem com muita força, evitando acidentes.
  • Nunca deixe crianças brincando sem supervisão. É muito importante que tenha sempre um adulto acompanhando a atividade.


É interessante deixar que a criança introduza os objetos na garrafa, esta será uma atividade prazerosa e educativa, visto que ela estará tocando, sentindo formas e texturas dos objetos utilizados. Porém o glitter, lantejoula e sabão, tinta, devem ser colocados por um adulto. Se a criança for muito pequena, a garrafa deve ser entregue a ela já pronta, para manuseio, para brincadeira, observação, para despertamento da curiosidade e percepção de cores, movimentos.

Imagine que interessante para ela ter garrafas de todas as cores: azuis, amarelas, vermelhas e poder fazer associações: a Garrafa do sol, a Garrafa do céu, o Mar que seria a garrafa sensorial com peixinhos coloridos cortados em eva e água misturada com guache azul + glitter azul.

Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial Garrafa sensorial

“É Brincando que se Aprende”

Rubens Alves

Fonte: UOL



Gostou do conteúdo? Receba nossos artigos e materiais, semanalmente, direto no seu email.


Você tem interesse em atividades de língua portuguesa, tudo pronto para você baixar e adaptar?


EU QUERO!

Talvez você se interesse:

Planos de Aula e Projetos Tabuada Fácil Cursos de Pedagogia

Comentários

Carregando comentários...