fbpx

DICA E FILME: QUANDO TUDO COMEÇA



Diretor:Bertrand Tavernier
Elenco:Philippe Torreton, Maria Pitarresi, Nadia Kaci, Veronique Ataly, Nathalie Becue, Emmanuelle Bercot, Francoise Bette
Título Nacional:Quando Tudo Começa
Título Original:Ça Commence Aujourd’hui
Roteiro:Dominique Sampiero, Bertrand Tavernier, Tiffany Tavernier
Estúdio:Les Filmes Alain Sarde / Little Bear / TFI Films
Produção:Frederic Bourboulon, Alain Sarde
Fotografia:Alain Choquart
Trilha:Louis Sclavis
Duração:118 minutos
Ano:1999
País:França
Gênero:Drama
Côr:colorido
Resumo:Daniel Lefebvre (Philippe Torreton) é professor numa pequena cidade que sofre com o fechamento das minas de carvão e enfrenta uma alta taxa de desemprego. Daniel e os outros professores são aconselhados a não se envolver com os problemas da comunidade, mas é impossível para Daniel ignorar a miséria, a indiferença do governo e os sérios problemas domésticos que suas crianças enfrentam. Quando uma mãe aparece tão bêbada que acha melhor não levar os filhos pra casa, Daniel entra em contato com assistentes sociais, é ignorado e decide levar as duas crianças para sua casa. Ele então começa uma campanha contra o governo local, reivindicando condições mínimas de vida e dignidade para a população. Além de dificuldades pessoais, como a doença do pai, um ex-mineiro que sofre de enfisema, ele irá enfrentar enormes dificuldades burocráticas e a maquinação das autoridades educacionais. Menção Especial do Júri no Festival de Berlim de 1999.


Sinopse: A trama focaliza a história do professor Daniel Lefebvre (Philippe Torreton), que ensina crianças em Hernaing, uma pequena cidade que sofre com o fechamento das minas de carvão e enfrenta uma taxa alarmante de 34% de desemprego. Daniel e os outros professores são aconselhados a não se envolver com os problemas crônicos da comunidade, mas é impossível para Daniel permanecer imune à miséria, à falta de assistentes sociais, à indiferença do governo e aos sérios problemas domésticos que suas crianças enfrentam.

Depois de um trágico incidente na escola, Lefebvre decide comandar uma campanha contra o governo local, reivindicando condições mínimas de vida e dignidade para a população. Além de dificuldades pessoais, como a doença do pai, um ex-mineiro que sofre de enfisema, ele irá enfrentar enormes dificuldades burocráticas e a maquinação das autoridades educacionais, que farão de tudo para colocar o professor na linha.

Deixe um comentário

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?