fbpx

Atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes

Atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes

A atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes mexem diretamente com o cérebro. Da mesma maneira que professores e pais estimulam jogos com crianças e bebês, deverá haver um estímulo ainda maior nos jovens para a prática de esportes.

Quais os benefícios de trabalhar com atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes?

Os benefícios de trabalhar com atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes, se dão para os manterem fisicamente ativos, evitar problemas na saúde e ter bons efeitos no cérebro. Quando o adolescente pratica algum exercício haverá a liberação do hormônio chamado Endorfina, que serve para trazer felicidade e ótimos sentimentos. 

Atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes (2)
Fonte/Reprodução: original

Praticar exercício físico evita que os adolescentes adquiram estresse e depressão, um dos principais problemas que acometem os jovens do século XXI. Portanto, o professor de educação física deverá trabalhar atividades divertidas, que incluam todos e torne a aula excelente, em que fará os adolescentes sentirem mais confiança em suas habilidades.

Quando uma criança se torna adolescente, seus corpos passarão por diversas alterações físicas e por conta da puberdade haverá o aumento de peso e ganho de altura. Muitos adolescentes poderão sentir total desconforto com as mudanças físicas, no entanto, não será isso que as deixarão feias e nenhuma beleza exterior mudará a pessoa que os jovens são por dentro. O professor poderá introduzir atividades para todos os alunos, e os fazer sentir autoconfiantes com seus corpos e consigo mesmo.

Como realizar atividade física e trabalhar à saúde mental de alunos adolescentes?

Atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes estão intimamente relacionadas. As atividades devem ser feitas durante 60 minutos, e os pais podem trabalhar com corridas, esportes, tênis, beisebol. No colégio, o professor poderá inserir aulas de pingue-pongue, queimada, handebol e taco tanto para meninas quanto meninos.

Caso a escola tenha piscina, o professor poderá realizar atividades de natação para auxiliar no fortalecimento da respiração e ganho de resistência física. As corridas podem ser realizadas na escola, e devem ser inseridas pouco a pouco para acostumar o corpo dos adolescentes.

Atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes (3)
Fonte/Reprodução: original

Os pais podem inscrever os filhos em aulas de judô, boxe e kung fu para trabalhar com a liberação do estresse diário causado pelas aulas mais complicadas ou outras questões que os adolescentes costumeiramente devem lidar. Liberar o estresse auxilia os jovens e poderão se sentir mais leves e despreocupados.

Um dos principais estímulos que devem ser feitos é justamente o de praticar esportes, especificamente pela saúde e não pela aparência física, porque os adolescentes com problemas de autoestima poderão sentir esse problema se agravar e perder a motivação, que deve ser instigada e trabalhada pelos pais.

Lista de atividade física e a saúde mental de alunos adolescentes

Os pais ou professores poderão inserir cerca de cinco atividades que possibilitem trabalhar com a saúde mental dos alunos adolescentes, de modo a garantir que se sintam confortáveis, seguros e tranquilos com relação a praticarem exercícios físicos, além de contar com apoio dos pais, professores e colegas. Todos precisam se apoiar.

Taco

O professor deverá, primeiramente, questionar os alunos adolescentes se conhecem este esporte, e se sabem as regras, para que o professor possa anotar as informações e trabalhar com base em cima delas. 

Como fazer a atividade

O professor deverá trabalhar com todos os alunos da turma na quadra ou no pátio, de modo que fiquem dispersos em grupos de quatro pessoas: defesa e ataque. Quem chegar na pontuação de 9, será a equipe vencedora.

Materiais para a atividade

Taco e bola.

Objetivos para a atividade

O principal objetivo é o de trabalhar com os alunos em uma atividade diferente e que não é do habitual deles, fugir das aulas rotineiras de futebol e vôlei serão importantes para instigar os alunos, além de trabalhar com a curiosidade de cada um.

Handebol

O handebol é uma atividade física divertida e competitiva, que conduzirá os alunos a se locomoverem e aprender um novo esporte físico interessante.

Como fazer a atividade

O professor deverá separar os alunos em grupos conforme o número de pessoas presente na turma, com cerca de 6 jogadores junto do atacante de linha que terão de disputar o jogo. 

Objetivos para a atividade

O principal objetivo é marcar o maior número de gols com as mãos ao correrem com a bola, sem esquecerem de que, a cada três passos quicarem a bola no chão da quadra.

Caminhada

Realizar caminhadas 30 minutos por dia e três vezes por semana será um poderoso aliado dos adolescentes para evitarem problemas cardiovasculares, e manterem um ritmo de exercício menos cansativo.

Como fazer a atividade 

Para realizar esta atividade, o professor de educação física poderá levar os alunos para uma caminhada de 30 minutos por perto da escola, além de deixarem-nos tomar ar livre e conversarem com os amigos.

Objetivos para a atividade 

Esta atividade tem como principal objetivo o de trabalhar com exercícios físicos de uma maneira que não canse nenhum aluno, ao contrário, faça-os sentir conforto e tranquilidade. Eles se sentirão mais dispostos ao realizar a caminhada por conta própria nos finais de semana junto dos pais ou sozinhos.

Ciclismo

Andar de bicicleta é uma atividade física que auxilia a trabalhar os músculos das pernas e os tornar mais resistentes, além de poder ser realizado no ar livre na companhia de amigos ou familiares.

Como fazer a atividade

Em finais de semana, os alunos podem sair para andar de bicicleta e relaxar da semana de aula na escola. Poderá se desafiar a pedalar para locais um pouco mais distantes, para que assim tenha uma melhora significativa em sua saúde.

Objetivos para a atividade

O principal objetivo para esta atividade, é trabalhar com a autonomia e deixar os adolescentes praticarem este esporte sozinhos ou na companhia de amigos para se distraírem e conhecerem juntos outros lugares da cidade.

Pingue-pongue

Jogar pingue-pongue é uma atividade física que trabalha mais os músculos da parte superior que inferior, porém será uma maneira de os apresentar um jogo novo, que possa trazer emoção para saber quem será o vencedor.

Como fazer a atividade

Mais conhecido como tênis de mesa, o pingue-pongue é um esporte que requer duas pessoas façam uma disputa com raquetes e rebatam uma bolinha pela mesa, de um lado ao outro, sem deixar que bata na rede ou caia no chão.

Materiais para a atividade

Raquete e bolinha.

Objetivos para a atividade 

O principal objetivo desta atividade é o de fazer com que os alunos aprendam outra categoria de esporte para fugir do futebol e vôlei. Haverá maior mobilidade dos membros superiores, concentração e percepção dos movimentos do oponente neste jogo. 

Por fim, a atividade física e a saúde mental de alunos do ensino médio estão relacionadas. Elas devem ser estimuladas para haver uma melhora em certos problemas que possam surgir, além de ganharem autoconfiança e sentirem-se bem, pois a prática de uma atividade física traz melhoras não somente físicas, mas emocionais por conta da liberação do hormônio de Endorfina.

Os pais podem trabalhar com atividades físicas junto dos filhos e os ajudarem através de apoio moral, além de os acompanharem e trazer confiança aos jovens. O incentivo familiar é o que mais conta para os adolescentes do ensino médio, para que não se sintam desmotivados ou deixados de lado. 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *