O Arcadismo no Brasil

Arcadismo é um movimento literário que transformou a cultura brasileira do século XVIII, antes influenciada pelo Barroco. É um período histórico que demarca o comportamento social, literário e filosófico.

Para compreender os sentidos de um movimento como esse e como se dão as transformações na perspectiva histórica, cultural, comportamental e religiosa de um movimento a outro, é preciso identificar as características históricas da época e quais as influências anteriores.

Então, veja a seguir: Qual o contexto histórico do Arcadismo; as características mais importantes de marcam essa época; o modelo literário anterior; os principais autores da literatura arcádica e relação do Iluminismo nesse movimento.

Contexto Histórico do Barroco: Movimento Anterior ao Arcadismo

Do século XVI ao XVII o movimento literário compreendido como Barroco atua fortemente na cultura europeia. Ele é representado em toda a cultura desse período, sendo incorporado na arquitetura, literatura, música, pintura, costumes, relações sociais e valores.

O Barroco é caracterizado como um período de extravagância e ostentação de líderes e da elite da época, e gerou uma nova perspectiva acerca da visão do mundo, sendo ela influenciada pela religião.

Neste movimento, o pensamento se divide entre o espírito e a razão. Sendo então expressado por meio de igrejas e palácios monumentais, estátuas, entre outros aspectos que causam admiração e respeito pelo Poder de Deus e o Poder do Estado.

Cansados de ornamentações extravagantes, costumes e culturas o século XVIII é marcado pelo surgimento do movimento literário Arcadismo.

Conceito de Arcadismo

Também compreendido como Neoclassicismo, o Arcadismo conceitua-se como um movimento de busca por ideais da antiguidade clássica, ou seja, pela valorização da vida bucólica e por elementos da natureza. Se contrapondo ao excesso e à extrapolação caracterizada no período anterior – Barroco.

A própria palavra bucólica tem como significado a natureza, as paisagens do campo, o mundo campestre, rural. Trazendo a ideia de uma vida simples, de paz e sossego. Representando um refúgio à opressão vivida pela sociedade do período que estava em meio ao desenvolvimento dos centros urbanos.

Reforçando essa ideia, o nome Arcadismo faz referência à uma região lendária da Grécia chamada Arcádia na qual retrata o ideal de comunhão entre homem e natureza, pois considera-se a morada de Pan – um deus grego dos bosques, matas e pastores.

Surgimento do Arcadismo no Brasil

No Brasil, o Arcadismo foi um movimento literário que se reverberou em Minas Gerais, acompanhando o ciclo do Ouro, no século XVIII, em 1700, ciclo este que descentralizou o comércio açúcar do Brasil para as minas de ouros. E ocorreu, também, no mesmo momento histórico em que houve a difusão do pensamento iluminista.

O Iluminismo – Século da Luzes – foi um período em que tendências filosóficas europeias eram trazidas para o Brasil por estudantes da burguesia que estudaram fora. Essa perspectiva centrava-se em duas vertentes para explicar todas as coisas: razão e ciência.

É importante destacar que além do Iluminismo, especificamente no Brasil, outro momento histórico também ocorria na época: a Inconfidência Mineira. Conceituado como a luta do povo brasileiro pela liberdade de opressão do governo colonial português. Evento este que também ocorreu em Minas Gerais.

Especificamente, o Arcadismo foi inicialmente demarcado pela publicação de “Obras Poéticas” de Cláudio Manuel da Costa, em 1768, e com a fundação da Arcádia Ultramarina, em Vila Rica, que também teve grande influência no movimento.

A Arcádia Ultramarina era uma sociedade literária composta por autores brasileiros com influências árcades em que membros adotavam pseudônimos, normalmente inspirados na mitologia grega e romana.

Características do Arcadismo

Em suma, o Arcadismo tem um posicionamento diferente do qual é encontrado no movimento literário Barroco, o que propicia descentramento da igreja e a valorização da natureza, vulgo, o simplicíssimo. Além de sofrer influência o Iluminismo que enfatiza a importância da ciência, o que resultam as seguintes características:

  • Simplicidade (bucolismo);
  • Exaltação da natureza;
  • Crítica a vida nos centros urbanos;
  • Modelo clássico;
  • Linguagem simples;
  • Utilização de pseudônimos;
  • Idealização da mulher amada;
  • Objetividade.

Principais Poetas do Arcadismo no Brasil

Este movimento influenciou a cultura brasileira como um todo, sendo possível registrar projetos arquitetônicos, músicas, pinturas, filosofias e literatura com características da época. Mas é na literatura que se pode destacar diversos autores brasileiros que através de suas obras refletirem suas perspectivas sobre a vida. Sendo alguns deles:

  • Basílio da Gama (autor de O Uraguai);
  • Cláudio Manoel da Costa (autor de Obras Poéticas);
  • Frei Santa Rita Durão (autor do poema Caramuru);
  • Silva Alvarenga (autor de Glaura);
  • Tomás Antônio Gonzaga (autor de Liras, Cartas Chilenas e Marília de Dirceu).

Os poetas que sofriam influência por parte do Arcadismo tratavam em suas obras as belezas do campo, a admiração pela vida simples e a tranquilidade que a natureza proporciona. Por outro lado, eles renunciavam os grandes centros urbanos e suas agitações.

Considerações Importantes sobre o Arcadismo

As manifestações artísticas do século XVII (Arcadismo ou Neoclassicismo) são um reflexo da decadência da ideologia aristocrática e da alta burguesia e a insatisfação quanto às maneiras sociais artificiais rígidas e complicadas estipuladas pelo período Barroco.

Todo esse posicionamento deu lugar a novos conceitos em que o simplismo ganha notoriedade e destaque em meio as principais manifestações culturais da sociedade: literatura e pintura. Além dele, a ciência e a razão começam a ter lugares de destaque na formação do homem, valorizando-se, assim, a biologia.

Desta maneira, de um movimento literário a outro há um contraste bastante significativo, tendo uma mudança considerativa de costumes e filosofias do povo brasileiro. Um reflexo da sociedade que, conforme evolui e expande sua criticidade para demais questões, transforma também o seu pensamento.

Neste texto pôde-se ler que o Arcadismo foi um movimento literário que surgiu em 1768, com a publicação de “Obras Poéticas” de Cláudio Manuel da Costa, na Vila Rica, atualmente conhecida como Ouro Preto, em Minas Gerais e findou-se em 1836. E que na mesma época de seu surgimento também se irradiou, no mundo, o movimento Iluminista que influenciou alguns pensamentos do Arcadismo. No Brasil ocorria também o movimento histórico da Inconfidência Mineira que também foi crucial na prospecção do Neoclassicismo.

Deixe um comentário