fbpx

A FUNÇÃO EDUCACIONAL

A Função Eucacional

A educação tem um papel primordial que é o de formar cidadãos, pois sua influência transcede as paredes das escolas e salas de aulas, preparando o aluno para a vida, por isso o professor deve estar preparado para subsidiar o desenvolvimento das potencialidades de cada educando. Sendo assim, será fundamental analisar as diferentes pedagogias: Tradicional, Tecnicista e Renovada, pois se destacaram no contexto educacional do Brasil.

A aprendizagem é a porta de entrada para o mundo, já que traça novos caminhos para que os alunos possam desenvolver competências e habilidades, não só para adquirir os conteúdos ensinados, mas para que sejam capazes de enfrentar situações imprevisíveis e solucioná-las com sabedoria.

Desde este ponto de vista, o professor exerce bem o seu ofício quando leva em consideração que a escola é um espaço de transição, em que a criança começa a deixar a vida privada familiar para ganhar o mundo e tornar-se cidadão pleno. Para que isso aconteça, é necessário despertar no aluno o senso crítico-reflexivo e a capacidade de agir com auto-suficiência, pois apenas pensar não basta, é preciso transformar a realidade que o cerca.

O docente não deve se deter apenas ao uso de um só tipo de técnica, pois incorrerá na deficiência da sua prática. Porém, devem-se ministrar várias teorias metodológicas, extraindo o melhor de cada uma para o bom aproveitamento da aprendizagem. As pedagogias que serão analisadas neste texto foram as que mais influenciaram o Ensino no Brasil, são elas: a Tradicional, a Tecnicista e a Renovada.

A pedagogia Tradicional nasceu no século XVI e se caracteriza pela assimilação de conhecimentos. É uma prática que não estimula o senso crítico e a criatividade dos alunos, uma vez que a relação educador – educando é vertical: o professor deve transmitir conhecimento e o aluno deve aprender o que foi transmitido. Os métodos de ensino são praticamente aulas expositivas centradas no professor, leitura repetida, exercícios de fixação e cópias que resulta na desmotivação e o pouco rendimento escolar, pois uma escola disciplinadora, autoritária, rígida e desprezadora, não pode esperar grande rentabilidade de seus alunos.

A pedagogia Tecnicista está direcionada para os conhecimentos da área industrial, porque a principal finalidade é a apropriação do saber exigido pela sociedade moderna. Para tanto, o professor racionaliza o saber científico, usando como métodos a aula expositiva, exercícios práticos, vídeos e slides para que o aluno receba, aprenda e adsorva as informações estabelecidas pelo posto de trabalho.

Já prática pedagógica Renovada é um meio de construção conjunta dos conhecimentos, onde o professor facilita o conhecimento, através de métodos práticos, como a prática da pesquisa, o uso de vídeos, atividades lúdicas e aulas expositivas participativas, onde o aluno é o centro do processo educativo, por que esta metodologia está centrada no desenvolvimento das potencialidades do mesmo.

Em conseqüência do anteriormente dito, não se pretende criticar nem ao menos indicar a melhor pedagogia a ser praticada, todavia, despertar no docente a reflexão para encontrar uma forma de atuar na prática pedagógica de modo que venha a ajudar os alunos a desenvolver capacidades para analisar, avaliar, inovar, resolver problemas e enfrentar novos desafios e assim, formar indivíduos criativos e independentes.

O futuro do país passa, necessariamente pela educação e, não haverá um novo Brasil se não proporcionar-se uma escola democrática de qualidade inserida no processo de mudança da nossa realidade social. Não se trata apenas de ensinar os alunos a ler, escrever e a contar. A sala de aula dever ser um espaço de troca de experiências, onde os momentos de vida do estudante, suas observações e avaliações dos acontecimentos sociais que o cercam, suas percepções dos fenômenos da natureza, sejam levados em conta, visto como a educação é um processo que dura a vida inteira, não tendo idade para se iniciar e nem terminar, ela não pode se limitar à mera continuidade da tradição, pois ela supõe a possibilidade de rupturas.

Tornar a educação legitimamente integral e, portanto realmente formativa do ser humano é, antes de tudo, oferecer a todos, instrumentos de análise reflexiva acerca da sociedade em que vivemos. Afim de que possamos superar as contradições e, assim, tornar a educação mais justa, menos privativa e, conseqüentemente mais humanista.

 

1
Deixe um comentário

avatar
0 Conversas
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário mais apreciado
0 Autores de comentários
Autores de comentários recentes
  Receber notificações  
mais novos mais antigos mais votados
Me notifique

Deseja receber nosso conteúdo direto no seu email?