RESGATANDO BRINCADEIRAS ANTIGAS

Resgatando Brincadeiras Antigas

Antigamente as crianças não tinham tantos brinquedos como as de hoje e, por isso, tinham que usar mais a criatividade para criá-los.
Usavam tocos de madeira, pedrinhas, legumes e palitos para fazer animais, além das brincadeiras como amarelinha, cinco Marias, bolinha de gude, cantigas de roda, passa anel, roda pião, empinar pipa dentre várias outras e assim, se divertiram por décadas e décadas.
Com os avanços da modernidade, a tecnologia trouxe brinquedos que não exigem a criatividade das crianças, pois elas já encontram tudo pronto.
Uma boa sugestão para o dia das crianças é a família fazer um levantamento das brincadeiras do tempo de seus pais e de seus avós, aproveitando para distraírem com seus filhos, ensinando-os outras formas de diversão e das possibilidades de se criar jogos e brincadeiras. O mais importante disso? Ensiná-los que pra brincar não precisamos gastar.
Assim, apresentamos aqui algumas sugestões de jogos e brincadeiras antigas.
- Cinco Marias: essa brincadeira constitui em, primeiramente, procurar cinco pedrinhas que tenham tamanho aproximado ou confeccionar saquinhos e recheá-los com arroz ou areia. Primeira rodada: Jogue todas as pedrinhas no chão e tire uma delas (normalmente se tira a pedrinha que está mais próxima de outra).
Depois, com a mesma mão, jogue-a para o alto e pegue uma das que ficaram no chão. Faça a mesma coisa até pegar todas as pedrinhas. Segunda rodada: jogue as cinco pedrinhas no chão, depois tire uma e jogue-a para o alto, porém desta vez pega-se duas pedrinhas de uma vez, mais a que foi jogada para o alto. Repita. Terceira rodada: cinco pedrinhas no chão, tira-se uma e joga-se para o alto pegando desta vez três pedrinhas e depois a que foi jogada. Última rodada: joga-se a pedrinha para o alto e pega-se todas as que ficaram no chão.
- Roda: em roda, cantem canções antigas e façam os gestos e representações das mesmas. Lembramos de algumas músicas como atirei o pau no gato, ciranda-cirandinha, a linda rosa juvenil, a galinha do vizinho, a canoa virou, eu entrei na roda, cachorrinho está latindo, o meu chapéu tem três pontas, pai Francisco, pirulito que bate bate, samba lelê, se esta rua fosse minha, serra serra serrador, etc.
- Escravos de Jó: dois participantes cantam a música “escravos de jó, jogavam caxangá, tira, põe, deixa ficar, guerreiros com guerreiros fazem zigue, zigue zá”. Cada um com uma pedrinha na mão vai trocando-as e fazendo o que diz a música.
- Amarelinha: risca-se a amarelinha no chão, de 1 a 10, fazendo no último número um arco para representar o céu. Pula-se com um pé só, dentro de cada quadrado.
- Pião: um pião de madeira enrolado num barbante. Puxa-se a ponta do barbante e este sai rodopiando. A grande diversão é observar o pião rodando.
- Passar anel: os participantes ficam com as mãos juntas e um deles com um anel escondido. A pessoa que está com o anel vai passando suas mãos dentro das mãos dos outros participantes até escolher um deles e deixar o anel cair em suas mãos, sem que os outros percebam. Depois escolhe uma pessoa e pergunta-se “fulano, com quem está o anel?” e a pessoa escolhida deve acertar.
- Pula corda: duas pessoas batem a corda e outra pula. Durante a execução da brincadeira os batedores vão cantando “um dia um homem bateu na minha porta e disse assim: senhora, senhora põe a mão no chão; senhora, senhora pule de um pé só; senhora, senhora dê uma rodadinha e vá pro meio da rua”. Ao final, o pulador deve sair da corda sem errar.
- Bolinha de gude: essa brincadeira tem várias formas de se jogar, como box, triângulo, barca e jogo do papão, onde os participantes devem percorrer determinados caminhos, batendo uma bolinha na outra e, ao final, acertar as caçapas.
- Empinando pipa: escolha um local adequado e amplo, onde não tenha fios de energia elétrica. A pipa vai subindo com o vento e os participantes ficam observando-a ao longe. Algumas pessoas usam cerol, uma mistura de cola com caco de vidro, para cortar os fios das outras pipas. Porém, a brincadeira dessa forma torna-se perigosa, podendo causar acidentes graves. Assim, use-a apenas para se divertir evitando usar o cerol, mesmo que alguém lhe dê o preparado.
- Batata quente: os participantes sentam-se em círculo e uma pessoa fica de fora. Vão passando uma bola, bem rápido, de mão em mão e o que está de fora, de costas para o grupo, grita “batata quente, quente, quente, …, queimou!”. Quem estiver com a bola quando o colega disser ‘queimou’, é eliminado da brincadeira. O vencedor será aquele que não for eliminado.
FILMES INFANTIS
No mundo moderno de hoje é muito comum vermos famílias afastadas, uma vez que pais e filhos quase não se encontram durante o dia. Assim, no dia das crianças, é bom criar momentos para que estes tenham a oportunidade de divertirem-se juntos.
Assistir a um bom filme é pode ser uma ótima oportunidade de aproximação, além de ser um momento de muita diversão.
Alguns filmes podem ser destacados, pelo ótimo contexto que possuem trazendo grandes lições de moral, exemplos de cidadania e integração dos personagens.
Trazemos aqui algumas sugestões, para que as famílias se divirtam juntas.
- High School Musical: É um filme musical, da Disney, para adolescentes, que faz muito sucesso, a história de dois estudantes que se encontram num campeonato de basquete e depois participam de um karaokê e descobrem que a paixão pela música é algo em comum entre eles e pouco a pouco descobrem também que estão se gostando.
- Carros: Lightning McQueen é o nome do carro mais famoso da Disney, um carro de corrida ambicioso que descobre que o melhor não é chegar em primeiro lugar e sim o percurso da corrida, quando ele conhece e faz amizades com outros carros que o ajudam a descobrir que um troféu não é tudo na vida.
- A Era do Gelo: Uma produção da Fox Animation Studios. Três animais divertidos enfrentam grandes desafios para devolver um bebê a sua família.
- Lilo & Stitch: um fugitivo, criminoso e interplanetário em fuga com uma órfã, uma menina que perdeu seus pais em um acidente, juntos contra o universo. No filme, os roteiristas criaram um relato sensível e surpreendente, onde até os maus descobrem seu lado bom. Produzido pela Disney.
- Nem que a Vaca Tussa: Quando um fora-da-lei ganancioso trama se apossar da fazenda leiteira ‘Pedaço do Céu’, três vacas determinadas, um garanhão carateca chamado Buck e um animado curral de criaturas unem esforços para salvar a fazenda numa divertida jornada cheia de aventuras, criado pela Walt Disney.
- Shrek: um ogro tem sua vida invadida por uma série de personagens de contos de fadas, que acabam com a tranqüilidade de seu lar. Determinado a resolver o problema, ele faz um acordo com o Lord Farquaad e parte em busca para resgatar uma bela princesa. Com vozes de Mike Myers, Eddie Murphy, Cameron Diaz e John Lithgow. Vencedor do Oscar de Melhor Filme de Animação, do estúdio DreamWorks.
- A Nova Onda do Imperador: Produzido pela Disney, Kuzco é o jovem imperador de um reino místico que é transformado em lhama por Yzma. Perdido na selva, sua única chance de voltar para casa e retomar sua vida está nas mãos de Pacha, um camponês de bom coração.
- Procurando Nemo: A vida na Grande Barreira de coral australiana é cheia de perigos quando se é um minúsculo peixe-palhaço. Quando chega a hora de Nemo deixar seu lar para ir à escola, Marlín o acompanha, nervoso e em pânico diante de cada movimento do filho. Nemo desafia o pai, se afasta e nada para além do “paredão” da bancada de coral para investigar um barco, e acaba levado por um mergulhador. O restante do filme acontece com o pai procurando o filho, que vive grandes e emocionantes aventuras. Uma produção da Disney.
- Pequeno Stuart Little: Stuart é um rato que vivia num orfanato até ser adotado pela família Little, o que faz com que sua vida mude completamente. Uma produção da Columbia TriStar.
- O Espanta Tubarões: Oscar é um peixinho falante que sonha grande e acaba sempre metido em ‘águas quentes’. Lenny é um grande tubarão branco com um lado muito sensível e um segredo: ele é vegetariano! Mas quem disse que os dois não podem ser amigos? Animação dos mesmos criadores de Shrek. Do estúdio DreamWorks.
- Os Incríveis: Produzido pela Disney, uma família de super-heróis aposentados tenta levar vida cotidiana, mas são forçados a retornar à ativa para salvar o mundo.
- Os Rugrats e os Thomberrys vão Aprontar: Depois de um cruzeiro mal sucedido, família dos “Anjinhos” é isolada em uma ilha deserta e conta com a ajuda dos “Thomberrys” para escapar, da Paramount.