DICAS PARA MONTAR O TCC, PASSO A PASSO PARA A ESTRUTURA

Pesquise na caixa abaixo.

Custom Search


AGUARDE O CARREGAMENTO COMPLETO

E

SALVE ESTA MATÉRIA

carregando
Confira dicas de como montar sua Conclusão de Curso (TCC) de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
 

A elaboração da Conclusão de Curso (TCC) é um pré-requisito para obtenção da titulação pretendida. Montar se TCC não é uma tarefa simples, já que existem parâmetros normativos que são exigidos para sua elaboração. Pensando em facilitar a realização do seu da do TCC, selecionamos dicas para montá-lo, mostrando passo a passo de como criar sua estrutura.

Dicas para montar o TCC

1. Para a elaboração do TCC a primeira coisa a ser feita é escolher um tema que proporcione satisfação durante a pesquisa do aluno.

2. A procura de materiais e conteúdos para elaboração deve ser feita minuciosamente, de forma seletiva e ampla, para que se tenha uma excelente base teórica.

3. Durante a elaboração, é imprescindível que o trabalho não seja feito por meio de cópias e reproduções de ideias alheias, mas sim de estudo aprofundado em teorias já existentes.

4. O aluno deve contar com a ajuda de um professor orientador para esclarecer dúvidas sobre o tema.

Veja como fazer uma conclusão de TCC (http://pedagogiaaopedaletra.com/posts/como-fazer-uma-conclusao-de-trabalho-tcc/)

Para montar o Trabalho de Conclusão de Curso existem algumas normas que devem ser seguidas. As mais conhecidas são as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e é sobre ela que iremos falar. Confira:

1. Capa e contracapa: são os primeiros itens do projeto de pesquisa. Na capa deverá conter nome do aluno, título do trabalho, data e dados da universidade. Já na contracapa se repete os mesmos itens da capa, acrescentando dados do orientador e os fins para os quais é destinado o trabalho.

2. Listas: são itens opcionais do trabalho como as listas de símbolos, abreviações, tabelas e figuras.

3. Sumário: é um item obrigatório do tcc. Ele é responsável pela enumeração das principais partes da monografia, artigo e outros.

4. Introdução: essa parte é responsável por constar a relevância do assunto, por meio de citações já feitas anteriormente. Nela deve-se esclarecer o tema e a linha de pensamento do seu trabalho. A introdução deve contemplar a justificativa do projeto de pesquisa.

5. Revisão de literatura: a revisão de literatura envolve a busca de materiais e documentos para elaboração do trabalho de pesquisa. O aluno deve apresentar uma revisão com temas recentes, levantando questões e evidenciando novas tendências.

Título: no início da revisão deve ser colocado o título e subtítulo do trabalho.

6. Formulação do problema: o problema é conhecido como a mola propulsora do trabalho. Trata-se de um levantamento de questão em cima do tema escolhido. Essa parte deve ter coerência com o título do trabalho e deve ser expresso preferencialmente em forma de pergunta.

7. Hipótese: a formulação da hipótese nada mais é do que uma suposição que tenta responder o problema levantado no tema escolhido.

8. Objetivo geral e específico: eles determinam o que o pesquisador pretende alcançar com o trabalho. No objetivo geral deve-se colocar uma visão mais geral sobre o assunto. Já no específico, aborda-se um caráter mais concreto, aplicando situações especificas a serem desenvolvidas.

9. Materiais e métodos: essa parte consiste na explicação minuciosa da ação que será desenvolvida no método do trabalho de pesquisa. Nela deve conter informações como tipo de estudo que será realizado (bibliográfico, descritivo, exploratório etc), considerações éticas da pesquisa, local da pesquisa, forma como serão analisados os dados, caracterização e recrutamento das amostras e quais os procedimentos e instrumentos que serão utilizados na pesquisa.

10. Cronograma: nele deve conter a previsão de gastos para realizar a pesquisa e o prazo necessário.

11. Orçamento: esse item deve conter os materiais permanentes e materiais de consumo que serão utilizados na pesquisa e seus respectivos valores. Trata-se de um item obrigatório.

12. Riscos e benefícios esperados com a pesquisa: essa parte dá oportunidade ao aluno de colocar os riscos que a pesquisa oferece, principalmente aos envolvidos e quais os benefícios que ela pode proporcionar com a obtenção dos resultados.

13. Conclusão: é nela que são colocados todos os resultados e discussões sobre o que foi desenvolvido durante a pesquisa ou seja, tudo que aconteceu durante a construção do trabalho.

14. Referências bibliográficas: é a parte que consta referencias dos documentos e fontes utilizados durante a pesquisa de elaboração do trabalho.

15. Anexos e apêndices: são itens opcionais que podem ser acrescentados de acordo com cada pesquisa.

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) deve ser elaborado de forma prazerosa e sem medo. Através dele pode-se obter muito conhecimento e novas experiências. Por isso, ele deve ser aproveitado pelo aluno da melhor forma possível. Lembrando que existem outras normas para montar o trabalho, se a sua for as da ABNT, aproveite as dicas.

SALVE ESTA MATÉRIA!

Deixe uma resposta