ANÁLISE DO FILME AO MESTRE COM CARINHO

Custom Search

Análise do Filme ao Mestre com Carinho


Ao Mestre Com Carinho:
a história relata o dia-a-dia de um professor negro que veio de uma colônia britânica da América, era engenheiro e não propriamente professor, lecionando para uma turma de adolescentes rebeldes numa escola pública da periferia de Londres. Observamos o esforço de um educador em uma comunidade carente ele não fala mal dos alunos, não reclama do salário, não toma educação como um fim, por ser um profissional do “mundo externo” à escola, ele pode ver a escola como um meio, preparando os alunos para a vida – chega a ensinar-lhes a fazer salada, nega-lhes a imagem de um professor tradicional, trata-os como adultos e não crianças.

Complexos de Édipo: no centro do “Id”, determinando toda a vida psíquica, encontra-se o que Freud denominou de complexo de Édipo, isto é, o desejo incestuoso pela mãe, e uma rivalidade com o pai. É esse o desejo fundamental que organiza a totalidade da vida psíquica e determina o sentido de nossas vidas. Freud atribui o complexo de Édipo as crianças de idade entre 3 e 6 anos. Ele disse que o estágio geralmente terminava quando a criança se identificava com o parente do mesmo sexo e reprimia seus instintos sexuais. Se os relacionamentos prévios com os pais fossem relativamente amáveis e não traumáticos, e se a atitude parental não fosse excessivamente proibitiva nem excessivamente estimulante, o estagio seria ultrapassado harmoniosamente. Em presença do trauma, no entanto, ocorre uma neurose infantil que é um importante precursor de reações similares à vida adulta. O Superego, o fator moral que domina a mente consciente do adulto também tem sua parte no processo de gerar o complexo de Édipo. Freud dá vazão ao fato do superego variar no tempo: “O passado, a tradição da raça e do povo, vive nas ideologias do superego e só lentamente cede as influências do presente, no sentido de mudanças novas; e, enquanto opera através do superego, desempenha um poderoso papel na vida do homem, independente de condições econômicas”.

O Complexo de Édipo : é evidenciado em algumas cenas: Os alunos não conheciam o professor e já não gostavam dele. Inconscientemente a Relação Primária, onde o “superego” coloca os limites para o “Id” e o “Ego” tenta satisfazer os dois, ou seja, a figura de autoridade dos cuidadores são reeditadas no professor que sempre representava para eles a autoridade. É evidenciado novamente na aluna Pamela, ela deseja o professor, vê nele a figura do pai que tanto venera, ou seja, relação primária onde o pai é o herói. Ela não gosta da mãe porque representava autoridade.

O Complexo de Édipo e a Transferência negativa: são evidenciados simultaneamente quando o aluno Seales (negro) é remetido à relação objetal, inconscientemente. Ele também vê no professor a figura do pai que tanto odeia (a relação primária não transcorreu normalmente). É também evidenciada na sala de aula quando o professor pergunta a uma aluna se ela falava daquela forma com seu pai, ferozmente ela responde que ele não era o maldito pai. Ambos não “enxergavam” o professor e sim dentro dele, remetendo-os a Relação Primária.

A Transferência Negativa e Contratransferência (sempre negativa): 1º é evidenciada quando os alunos jogam um saco (cheio de líquido) que praticamente cai nos pés do professor Thackeray quando este chega à escola. Ao entrar na sala de aula, sente um mau cheiro, se irrita e perde a cabeça (contratransferência), coloca os garotos para fora da sala e “da” uma lição de moral nas garotas e avisa que vai sair e quando voltar quer a sala limpa. Ele vai até a sala dos professores e encontra a professora Gilliane desabafa, dizendo que perder a calma seria a única coisa que jurou não perder tão facilmente, deixa claro que não deveria ter feito aquilo, mas ao mencionar a palavra “jovem” ele tem uma idéia e a partir daí muda a relação pedagógica entre eles. De volta a sala de aula, são impostos limites e os alunos passam a ver as qualidades do professor.

é evidenciado quando o professor Thackeray substitui o treinados BELL nas aulas de educação física. Novamente os alunos inconscientemente fazem uma transferência e essa é mais evidenciada no aluno BERT quando o mesmo desafia o professor para uma luta de Box. Ele acerta o professor várias vezes, o professor não agüenta e revida, acertando um soco no estômago do aluno (contratransferência), ambos remetidos a relação primária.

Série Psíquica hostil: Evidenciamos no filme uma série psíquica hostil, ou seja, uma transferência negativa ativada nos núcleosinconsciente hostis do treinador Bell, que obriga o aluno Buckley a saltar do “cavalo” e o mesmo cai. Os alunos se revoltam e um deles tenta agredir o treinador, mas é interceptado pelo professor Thackeray. Os alunos não concordam com a opinião do professor, pois o mesmo diz que o aluno não teve uma reação adulta e que deve pedir desculpas ao treinador. Após essa cena do cavalo e a conversa com a aluna Pamela (visita da mãe na escola) todos os alunos se revoltam e voltam à relação primária , onde o professor representa autoridade como os cuidadores.

Identificação: o processo é evidenciado várias vezes: quando o professor deixa de representar “autoridade” e passa a servir de modelo para os alunos. Ensina-os que a higiene pessoal e educação são primordiais e que aprender a cozinhar é muito importante caso eles tenham que se virar sozinhos. A Identificação passa ser positiva, os alunos trazem inconscientemente para o professor a relação de afetos originais e o professor investiga a relação pedagógica constantemente, pede inclusive um favor a professora Gillian, se ela poderia ensinar as garotas se maquiarem, pois a figura feminina é importante no processo. Com o aluno Bert a identificação ocorre após a luta de Box, ele começa achar qualidades no mestre, antes não observadas pelo processo de transferência negativa. Bert diz na frente de todos “Acho que tinha razão sobre um Homem tomar suas decisões”, ele representava a “liderança” da sala e após essas palavras todos os outros alunos passaram a identificação novamente. O professor é um modelo a ser seguido.

Relação Pedagógica saudável é evidenciada. A letra da música em forma de homenagem, estabelece a relação saudável entre professor e alunos.

“O professor Thackeray desiste de ir embora”

BIBLIOGRAFIA

Filme

Ao Mestre com Carinho

Gênero: Drama

Atores: Sidney Poitier , Judy Geeson, Christian Roberts, Suzy Kendall, James Clavell

Ano: 1966

Livro

Psicologia & Educação – Revendo contribuições

Organizadora: Vera Maria Nigro de Souza Placo

Apostila: A Teoria Psicanalítica Clássica de Sigmund Freud e Transparência da aula.

Autor: Sandra Maria Lopes Sodre

SALVE ESTA MATÉRIA!

No Responses

Deixe uma resposta