A ESCOLA E A FAMÍLIA NO DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO

Pesquise na caixa abaixo.

Custom Search


AGUARDE O CARREGAMENTO COMPLETO

E

SALVE ESTA MATÉRIA

carregando

FAMILÍA E A ESCOLA NO DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO



APRESENTAÇÃO

O presente trabalho visa explorar informações acerca da importância das instituições em relação família e escola no processo de desenvolvimento e aprendizagem do indivíduo.


1.INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

A Educação infantil é um momento de descobertas para as crianças, de um novo mundo composto de pessoas, valores e sentimentos.

É na educação infantil que os alunos apredem a se conhecer e observar atentamente o ambiente que os cerca, numa relação lúdica com a escola e o mundo.

Através de brincadeiras e dos jogos as crianças se desenvolvem, expressam sentimentos, testam os seus medos, angústias e exteriorizam a alegria que sentem sensações muitas vezes não verbalizadas.

Desde que nasce a criança dispõem de esquemas que permitem adaptar-se aos desafios do mundo exterior.

A primeira infância demarca pelos estudiosos entre zero e três anos de idade, é caracterizada, sobretudo pelo movimento.

É nesse período que a criança tem um espírito de aventura e descobertas, onde tem necessidade de expandir sua alegria e vivacidade.

Na segunda infância (criança de três aos seis anos), a criança continua em um processo de maturação biológica e pouco a pouco estão ocorrendo mudanças e aperfeiçoamentos em suas características físicas e orgânicas, ou seja, a criança está desenvolvendo suas emoções, suas fantasias, angústia etc…


2. A ESCOLA NO DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO

A escola é responsável pela educação escolar, é um espaço destinado ao trabalho pedagógico formal, ao entendimento de regras, à formação de valores, ao exercício da cidadania, à experimentação de sentimentos, etc. A escola tem um papel muito importante no desenvolvimento humano, é onde passamos a maior parte do tempo, onde aprendemos a desvendar o significado das palavras, figuras, e conhecemos a plenitude que o mundo nos oferece.

A escola deve oferecer oportunidades pedagógicas, permitindo ao indivíduo sentir-se seguro, protegido e estimulado a fazer novas descobertas e a se socializar.

É muito importante que a escola tenha uma proposta pedagógica coerente e que atenda com qualidade seus alunos. Toda escola deve ter um projeto pedagógico traçado dentro dos parâmetros educativos que auxiliam no desenvolvimento do indivíduo, é importante seguir os seguintes critérios:

Princípios pedagógicos, planejamento, organização curricular, espaço físico e instalações, proposta de reciclagens, entre outros critérios.

PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS

As práticas pedagógicas devem contemplar atividades de: leitura, textos de dramatização, gibis, jogos e outros que estimulam a busca da linguagem escrita, assim como:

  • Valorização do jogo (o jogo é integrado). À medida que o indivíduo joga, ele vai se conhecendo melhor e interagindo com seus colegas.
  • A aceitação de valores – Conversarem com as crianças sobre tudo que as rodeia – pessoas, coisas, brinquedos, costumes. E também considerar se for o caso, valores, atitudes e hábitos que se diferenciam dos nossos, sem emitir juízo de valor.
  • A participação do indivíduo nas atividades – É importante que o indivíduo tenha participação ativa das atividades da escola, pois o indivíduo desenvolve o espírito de participação e aprende a ter responsabilidades com compromissos.
  • A utilização dos próprios alunos para ajudarem seus colegas – propiciar a troca de papéis, trabalhos em grupo onde podem ajudar e dividir as tarefas e matérias, esse metado ajuda o indivíduo a desenvolver sua personalidade, onde o simples ato de ajudar e repartir seus pertences desenvolve a humildade, companheirismo e solidariedade.
  • A organização é de fundamental importância – É indispensável que o educador se organize se pretende que seus alunos também o façam. A professora deve expor o aluno a organizar figuras nos murais, a organização da sala e colocação dos trabalhos feitos em pasta; Isto pratica a organização do indivíduo.

PLANEJAMENTO

Toda escola necessita de uma meta, de um planejamento, é importante fazer um planejamento visando o desenvolvimento da sociabilidade e habilidades psicomotoras.

O planejamento acontece em dois momentos:

Verticalmente – onde no final de cada ano, colocando em prática e formular bases de conteúdo que pretende trabalhar no ano seguinte.

Horizontal – este é feito semanalmente pelos professores e analisado pela coordenação e direção, onde são colocados sugestões de atividades a serem desenvolvidos na semana.

Planejar por atividades, pressupõe flexibilidade e abertura para atender aos interesses dos indivíduos.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

O currículo da educação deve ser voltado para o desenvolvimento do indivíduo, concebendo-o como um ser que não se limita a receber mensagens, mas é também capaz de processá-las e criá-las.

Dentro da organização curricular, se constitui em dois âmbitos de experiência que são: Objetivos gerais, Conhecimento do mundo formação pessoal e social e os eixos de trabalho: Movimento, Linguagem oral e escrita, Identidade e Autonomia, Música, Artes Visuais, Matemática e Objetos e Conteúdos, que  estimulam o desenvolvimento de estruturas de pensamentos do indivíduo, que venha auxiliar no processo de socialização e construção de seus próprios limites, tudo isso respeitando o estágio do desenvolvimento que o indivíduo se encontra.

Movimento:

Familiarização com a imagem do próprio corpo;

Exploração de gestos, posturas e ritmos para expressar-se e comunicar-se na relação com brincadeiras.

Musica:

Propor o desenvolvimento na capacidade de ouvir;

Levar a criança a expressar sentimentos, sensações etc.

Artes visuais:

Proporcionar a criação de desenhos, pinturas, colagens.

Valoriza sua alta estima.

Linguagem Oral e Escrita:

Amplia a capacidade de comunicação do indivíduo.

Matemática:

Ajuda no raciocínio da criança;

Constrói significados, dá sentido e estabelece relações entre as ações físicas e mentais.

Identidade e Autonomia:

Levar a criança a adquirir hábitos de autocuidado e de respeito às regras básicas de convívio social.

ESPAÇO FÍSICO E INSTALAÇÃO

O espaço físico e instalação de uma escola também são importantes para o desenvolvimento do indivíduo.

Uma sala de aula mal estruturada e com superlotação de alunos vem a careta no mau desempenho do indivíduo na aprendizagem.

Organização ideal de quantidades de alunos na sala de aula:

Idade Turma Capacidade total
O a 12 meses Berçário 8 crianças
1 a 2 anos Maternal I 12 crianças
2 a 3 anos Maternal II 16 crianças
3 a 4 anos Maternal III 20 crianças
4 a 5 anos Jardim I 24 crianças
5 a 6 anos Jardim II 24 crianças
6 a 7 anos Alfabetização 24 crianças

Em termos de organização educacional esta seria o ideal para o desenvolvimento de um individuo no aproveitamento do nível escolar, fica mais viável para professores que se dedicar mais a alguns alunos que tem dificuldades de aprendizagem e a alunos ficam mais a vontade em expressar seus pensamentos e dedicasse mais a aprendizagem.

3. A FAMÍLIA DO DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO

A família é a base na formação do indivíduo, é o ambiente em que ocorrem os primeiros contatos e relacionamentos da criança, modelo referencial e responsável pela formação de valores, entre outras coisas.

Assim como a escola, a família tem um papel importante e fundamental no desenvolvimento do indivíduo.

A família em si é o principal estimulante para o indivíduo desenvolver suas capacidades, ou seja, a educação começa em casa e a escola é apenas um complemento.

A família deve começar a estimular o indivíduo logo nos primeiros anos de vida, através de brincadeiras educativas, ler uma estória, conversa com a criança assuntos de interesse do indivíduo.

O indivíduo precisa perceber que os pais estão sempre ao seu lado, necessita sentir-se seguro.

Os pais devem acompanhar o desenvolvimento escolar de seus filhos através de reuniões, na participação das atividades, ajudarem o indivíduo nas tarefas escolares, questionar notas e trabalhos, mostrando assim que o indivíduo tem que ter responsabilidades.

Ser pai e mãe às vezes é muito difícil, mais ser filho é mais complicado ainda, pois os filhos necessitam dos pais para desenvolver em todos os campos da vida, os filhos geralmente imitam no pai ou na mãe e é por isso que cabe aos pais corrigir, educar, amar e ajudar o seu filho e não passar tudo isso para escola.

O QUE OS PAIS NÃO DEVEM FAZER:

  • Deixar de olhar as notas dos filhos;
  • Deixar de conversar com professores e diretores;
  • Pegar o indivíduo antes de acabar as aulas;
  • Deixá-lo sempre atrasado na escola;
  • Não culpar a escola pela má formação do filho.

O QUE OS PAIS DEVEM FAZER:

  • Participar de reuniões, palestras e encontros (dia dos pais, dia das mães e etc.).
  • Sempre ir a escola;
  • Fazer que seu filho interesse mais pelos estudos;
  • Fazer que seus filhos respeitem os professores e seus colegas.


4.ESCOLA E FAMÍLIA, UMA GRANDE PARCERIA.

A Educação escolar é considerada a primeira etapa para o desenvolvimento intelectual dos seres humanos.

É claro que para um indivíduo desenvolver-se é necessário à participação tanto dos próprios alunos, quanto dos professores e dos pais.

O desenvolvimento de um indivíduo no contexto família e escola é uma fase muito importante.

É importante que a família se mobilize, fazendo um intercâmbio de idéias com a escola e colocá-las a par das propostas de atendimento aos seus filhos, a partir daí fazer uma avaliação das informações contidas, tanto pelos pais como também pela escola, para então fazer um perfil específico de cada indivíduo.

Pais, alunos e professores devem trabalhar em parceria, trocando experiências, discutindo soluções. Através disto com certeza o desenvolvimento do indivíduo será altamente positivo.

Função: a família tem a função psicosociais de proteger os seus membros e de favorecer a sua adaptação á altura a qual pertencem. Assim, reconhecemos como alguns autores que existe no mínimo quatro funções ou responsabilidades relacionadas com as crianças, são elas:

  • A família tem a obrigação de cuidar e proteger as crianças garantindo condições dignas, essas funções jamais podem ser descumpridas, pois existem serviços de suporte e de assistência social, para que caso não seja cumprida a família acaba perdendo a custódia dos seus filhos;
  • A família deve contribuir para socialização dos seus filhos, consideradas por autores, sociólogos e psicólogos funções básicas.
  • A família é responsável em dois suportes na evolução da criança, no processo escolar e uma função que ajuda na socialização da criança.
  • A família é responsável no suporte que proporciona a criança a ser pessoas emocionalmente equilibrada, capaz de ter vínculos afetivos e respeitosos com os outros e com a própria identidade, relação baseadas no respeito mútuo e no objeto.


5.A FAMÍLIA E A ESCOLA DIANTE DA INDISCIPLINA

Há um problema novo nas escolas. A indisciplina nas salas de aula vem tomando proporções que muitos professores estão com medo dos alunos. Isso atinge alunos de todas as classes sociais, desde as escolas privadas até as escolas públicas. Muitos alunos ignoram a autoridade do professor.

Alguns alunos são o retratos da indisciplina, agridem professores tanto verbalmente como fisicamente.

Muitos professores a cada dia que passa está se sentindo destimulados e muitos deles acabam largando a profissão por medo, podendo chegar a uma fobia escolar. Ao dirigir-se a sua sala de aula, sente alterações físicas como palpitação e tremores e um pavor incontrolável.

O índice de professores com fobia escolar, estresses, depressão, e com crise do pânico, aumentou em 20% no ano de 2004.

Algumas atitudes comuns em colégios particulares e públicos que demonstram o desrespeito com o professor, são:

  • Tratar o professor (a) como empregado;
  • Jogar objetos no professor (a) em sala de aula;
  • Xingar o professor(a) com palavrões;
  • Negar se sair da sala de aula quando expulso;
  • Entrar e sair da sala de aula, sem se importar com o professor.

Assim como essas atitudes, há também travessuras tradicionais como: colocar tachinhas na cadeira do professor, barbantes estendidos no chão da sala para vê-lo tropeçar. São tipos de comportamento que fazem parte do folclore escolar. A diferença agora é que muitas escolas os bagunceiros não são mais castigados.

Os pais têm longa parcela de culpa no que se diz respeito à indisciplina dentro da classe. Pois os pais trabalham muito e tem menos tempo para dedicar a educação de seus filhos, evitam dizer não aos filhos e deixam a responsabilidade para professores e escola.

Alguns pais chegam a entregar à educação de seus filhos aos colégios, e ainda exagerados as exigências escolares e vêem no direito de deixar o filho na escola com atraso, ou buscá-lo mais cedo. Sempre arruma uma desculpa para a criança faltar às aulas como o horário de estudo não tivesse importância. A indisciplina pode ser combatida através do esforço dos professores e a compreensão dos pais e a boa vontade dos alunos.

“A escola pode ser um lugar positivo para todos.


CONCLUSÃO

Concluímos na apresentação deste que a escola tem um significado muito importante no desenvolvimento do indivíduo.

É através da escola que o indivíduo começa ter o primeiro contato com o mundo, descobrindo cada dia sua existência.

É a família que desempenha um papel fundamental para o desenvolvimento do indivíduo, estimulando o mesmo em todos os aspectos de sua vida.


BIBLIOGRAFIA

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO.

PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO.


PEDAGOGA: TÂNIA

PSICOPEDAGOGA: ANA


METODOLOGIA PEDAGÓGICA APLICADA NA PRÉ-ESCOLA

QUAL A PRÁTICA PEDAGÓGICA APLICADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL?

A prática pedagógica da escola infantil é norteada pelas diretrizes curriculares nacionais e pelos referenciais curriculares da educação infantil, regras de funcionamento, tais como, educação em ambiente com infra-estrutura adequada e proposta pedagógica, profissionais qualificados, segurança, atendimento aos pais, numero reduzido de alunos por turma, respeito ao ritmo de cada criança, contribuindo assim para que as crianças tenham um desenvolvimento integral de suas identidades, capazes de crescerem como cidadãos cujos direitos à infância são reconhecidos.

QUAIS PROPOSTAS PEDAGOGICAS QUE AUXILIAM NO DESENVOLVIMENTO DO INDIVIDUO?

Oferecemos propostas pedagógicas sócio-inter racionalistas na qual o desenvolvimento da criança é vista como processo que depende de uma dimensão sócio-afetiva e cognitiva, colocando a criança como um sujeito de aprendizagem.

Propicio a situação de cuidado, brincadeiras e aprendizagem orientados de forma integrada, de modo a contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com outros em uma atitude básica.

QUAL O PAPEL DA ESCOLA NA RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA?

A escola é bem transparente em sua proposta pedagógica. Proporcionamos palestras, reuniões bimestrais coletivos e reuniões individuais, encontros,”família na escola” e outros buscando trazer os pais ao convívio das crianças na escola a fim de esclarecer dúvidas, lembrando que, com instituição educacional, visamos a melhor formação do indivíduo.

AO MATRICULAR UMA CRIANÇA QUAIS OS MÉTODOS PEDAGÓGICOS QUE DEVEMOS OBSERVAR?

Ao matricular uma criança devemos tomar alguns itens como:

  • Conhecer a linha pedagógica da instituição;
  • Conhecer a equipe docente e técnica;
  • Conhecer as regras de disciplina e funcionamento da escola;
  • Observar a interação dos funcionários;
  • As instalações;
  • Entre outros aspectos (visite a escola e converse com diretores, professores etc.).

OBS.:

É indispensável escolher uma escola que esteja o mais próximo possível dos valores da família, que dêem as mesmas coisas que os pais dão.

QUAL A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA E ESCOLA NO DESENVOLVIMETO DO INDIVÍDUO?

O desenvolvimento de um indivíduo no contexto família e escola é uma fase muito importante para o desenvolvimento infantil.

O conhecimento da família, do meio e da própria criança, como também a tomada de consciência de pontos básicas que devem nortear a sua ação, constitui os instrumentos do educador para a sua pratica na pré-escola. Nesse sentido, o planejamento, autilizaçao dos recursos e o trabalho desenvolvido com a família assumem uma perspectiva dinâmica, onde a participação das crianças, dos pais e da comunidade em todo processo transformam a escola infantil num lugar vivo, a serviço da criança.

COMO DEVE SER A RELAÇÃO DE PAIS E ESCOLA?

A relação família e escola devem ser construídas com bases sólidas de confiança e respeito, administrando possível conflito de forma positiva, sem confronto e impasses, mas tirando proveito deles para enriquecer a relação num consenso satisfatório para ambas as partes.

Autor: Adriana de Cassia

SALVE ESTA MATÉRIA!

Comments

  1. By Priscilact

Deixe uma resposta