A ABORDAGEM INATISTA: MATURACIONISTA

Pesquise na caixa abaixo.

Custom Search


AGUARDE O CARREGAMENTO COMPLETO

E

SALVE ESTA MATÉRIA

carregando

A Abordagem Inatista:  Maturacionista

Inatista – maturacionista, parte do princípio de que fatores hereditários ou de mutação são mais importantes para o desenvolvimento da criança.

Hereditariedade refere-se à herança genética que a criança recebe de seus pais.

Mutação refere-se a um padrão de mudanças comum a todos os membros de determinada espécie.

Na psicologia, teóricos da inatista – maturacionista supõem que, aptidões individuais e inteligências são herdadas dos pais quando a criança nasce.

As primeiras investigações psicológicas sobre a natureza hereditária das aptidões e da inteligência, constataram que pessoas com uma aptidão especial, normalmente tinham familiares com mesmo tipo de aptidão. Identificaram diferenças de aptidões entre homens e mulheres ou entre raças diferentes.

Nessa linha de preocupação com as diferenças individuais, desenvolveram os primeiros estudos psicológicos de avaliar a inteligência. O francês Alfred Binet, interessou-se pela inteligência através de testes. Por meio desses testes, a inteligência é avaliada pelas tarefas. Essa foi também uma necessidade experimentada por Gesell preocupado em compreender a evolução da criança.

Apesar das diferenças Binet e Gessell estabeleceram padrões de comportamento para avaliar a inteligência ou o desenvolvimento da criança. Os fatores biológicos são os mais decisivos na determinação da inteligência e desenvolvimento tais padrões comportamentos são independentes de fatores externos ou do contexto social em que a criança vive. Não importa o lugar e a época em que a criança viva.

Se o ritmo e o desenvolvimento são biologicamente determinado, espera-se que certos comportamentos apareçam na mesma idade.

De acordo com a perspectiva inatista – maturacionista, a aprendizagem depende do desenvolvimento. Ou seja o que a criança é capaz ou não de aprender é determinado pelo seu nível de inteligência.

  • Tema: Psicologia
  • Instituição: Universidade Cruzeiro do Sul
  • Autor: Sebastião Almeida Lara

SALVE ESTA MATÉRIA!

Deixe uma resposta